‘What We Do In The Shadow’ une o melhor das séries clássicas de comédia

"What We Do In The Shadow" destaca rotina de vampiros em tom de comédia - Divulgação/Fox

Se fizéssemos um bolão para prever os indicados na categoria de comédia do Emmy Awards 2020, com celebração marcada para este domingo (20), certamente não diria que ‘What We Do In The Shadow’, da FX, estaria entre eles. Não por mérito, uma vez que listarei alguns bons motivos adiante, mas pela quantidade de outras produções tão boas quanto e que possuem certa trajetória em premiações. Eis que a série vampiresca de comédia, baseada no longa homônimo de 2014, surpreendeu e garantiu seu lugar ao sol (trocadilho de vampiro) com oito nomeações, incluindo Melhor Série de Comédia. 

A série chega ao Brasil com a pré-estreia da segunda temporada neste sábado (19) às 22h45 no Fox Premium 2 e seguirá sendo exibida, desta vez nas sextas-feiras, no mesmo canal a partir das 23h05, com episódios duplos.

Logo na sinopse podemos fazer uma comparação discreta com o melhor de três mundos. A primeira acontece com “Friends” (1994-2004), já que “What We Do In The Shadow” apresenta um grupo de vampiros convivendo sob o mesmo teto em tom de comédia. Longe de apresentar dilemas dramáticos, o sitcom da FX mostra a relação entre os monstros com funcionários humanos, principalmente na dinâmica entre o vampiro Nandor (Kayvan Novak) e seu mordomo Guillermo (Harvey Guillen), que nutre o sonho de um dia se tornar imortal. 

Outro acerto da série foi adaptar o enredo para o formato de documentário, modelo bastante utilizado em “Modern Family” (2009-2020), por exemplo. Isso torna a experiência mais participativa para o público, adicionando a dinâmica entre personagem e telespectador, uma vez que a câmera também passa a integrar a história. 

A ‘cereja do bolo’ da produção foi fazer com que os vampiros, acostumados a viver no período da Idade Média, não tenham noção da atualidade, ainda que estejam situados na moderna Nova York. Esse artifício de adaptação de época, similar à primeira temporada de “Unbreakable Kimmy Schmidt” (2015-2020), quando somado aos elementos de séries clássicas de comédia, dão o tom de “What We Do In The Shadow”.

Com a terceira temporada confirmada, a série é assinada por Taika Waititi e Jemaine Clement, os mesmos criadores do filme que serviu de base. Além de Novak e Guillen, Matt Berry, Natasia Demetriou e Mark Proksch fazem parte do elenco principal da versão televisiva.

Satirizando características dos vampiros como a transformação para morcegos e o hipnotismo, a primeira temporada contou com participações especiais de Tilda Swinton (Conduta de Risco) e Evan Rachel Wood (Westworld), interpretando versões vampirescas delas mesmas. Já a segunda mantém o ritmo dos episódios anteriores e adiciona novos seres sobrenaturais nos quais os vampiros terão que lidar.

“What We Do In The Shadow” precisa superar as expectativas de séries como “The Marvelous Mrs. Maisel” (Prime Video), “Insecure” (HBO) e “The Good Place” (NBC/Netflix) se quiser levar a estatueta de melhor produção de comédia, mas se destaca na simplicidade do enredo e segue sendo uma boa pedida se a intenção é apenas rir de piadas triviais, sem precisar pensar muito. Confira o trailer:

*Fernando começou a assistir a séries de TV e streaming em 2009 e nunca mais parou. Atualmente ele já maratonou mais de 300 produções, totalizando aproximadamente 7 mil episódios. A série mais assistida - a favorita - é 'Grey's Anatomy', à qual ele reassiste com qualquer pessoa que esteja disposta a começar uma maratona. Acesse o Portal, Podcast e redes sociais do Uma Série de Coisas neste link

*A Folha de Pernambuco não se responsabiliza pelo conteúdo das colunas