Mais de 90% dos casos de câncer estão associados a causas externas

Comportamentos diários são responsáveis por casos da doença no mundo

Freepik

A qualidade de vida está diretamente ligada ao surgimento do câncer. Hábitos e comportamentos diários são responsáveis por mais de 90% dos casos da doença no mundo, segundo a Union for International Cancer Control (UICC) – União Internacional para o controle do Câncer. Ou seja, os outros 5-10% estão relacionados a fatores genéticos. Dessa forma entende-se que, em geral, até metade dos cânceres poderiam ser evitados por meio de mudanças comportamentais e outras medidas preventivas.  “A tríade saúde mental, alimentação balanceada e não fumar são pilares indispensáveis para a prevenção do câncer”, destaca a nutricionista especialista em nutrição oncológica do Hospital de Câncer de Pernambuco (HCP), Andréa Barros.

A nutrição merece atenção redobrada no nosso dia a dia. Alimentar-se bem e manter-se nutrido, lembrando sempre da ingestão de água, não é apenas uma necessidade física, mas é também de alegria, bem-estar e saúde. De acordo com o Instituto Nacional do Câncer (INCA), um em cada três casos de câncer poderia ser evitado com a adoção de dieta saudável, controle de peso e prática de atividade física. Além disso, a má alimentação é o segundo maior agente causador da doença no país, como a gastrite, obesidade, diabetes e colesterol alto. Para que tenhamos saúde, é necessário um equilíbrio entre a prática de atividade física e uma alimentação adequada.

“A alimentação de qualidade, rica em alimentos de origem vegetal com legumes, frutas, cereais integrais, verduras e leguminosas, e pobre em alimentos ultraprocessados, como os industrializados, ricos em sódio, corantes, açúcares e conservantes, e bebidas açucaradas como refrigerantes e sucos prontos, podem prevenir o aparecimento de várias doenças. Lembrando que essas atitudes precisam ser associadas à prática de atividades físicas regulares, além de não fumar e evitar o consumo de bebidas alcoólicas em excesso e, também, cuidar da saúde mental. Pesquisas apontam algumas evidências de que o estresse físico ou psicológico esteja relacionado à maior evolução do câncer e que possa estar ligado a um aumento no número de casos da doença”, ressalta Andréa.  Ainda segundo o INCA, dentro da relação entre fatores ambientais e ocorrência de câncer, 30 % tem relação direta com o tabaco e 35% com a alimentação.

 As informações contidas neste artigo não refletem a opinião do Jornal Folha de Pernambuco e são de inteira responsabilidade de seus criadores.

Veja também

Por falta de quórum, assembleia para mudança de estatuto do Náutico é adiada
Náutico

Por falta de quórum, assembleia para mudança de estatuto do Náutico é adiada

PM acusado da morte de lutador de jiu-jitsu se entrega
São Paulo

PM acusado da morte de lutador de jiu-jitsu se entrega