APL

Academia Pernambucana de Letras completa 121 anos e empossa nova diretoria

Nova diretoria da APL, eleita em novembro do ano passado, tomará posse na próxima quarta-feira (26)

Academia Pernambucana de Letras (APL)Academia Pernambucana de Letras (APL) - Foto: Breno Laprovitera

A nova diretoria da Academia Pernambucana de Letras (APL) será empossada nesta quarta-feira (26), às 19h, no auditório do espaço, há quase dois anos com atividades presenciais interrompidas em decorrência da pandemia da Covid-19.

Os novos membros, eleitos em novembro último – com o acadêmico Lourival Holanda na presidência - tomarão posse na ocasião em que a Academia celebra também os seus 121 anos de fundação. Sobre o legado que gostaria de deixar para a APL, o novo presidente destacou: “gostaria de despertar nos mais jovens uma enorme insatisfação com a realidade que está posta no país. E uma grande vontade insurgente de retomar tudo e criar um mundo digno de ser celebrado”, disse.

A Academia é a terceira casa literária mais antiga do País. Fundada em 1901 pelo escritor recifense Carneiro Vilela, na época a APL contava com 20 membros ocupando as primeiras 20 cadeiras da casa. Na década de 1960, os seus 40 assentos foram completados.

 

Lourival Holanda, o novo presidente da APL, será o ocupante da cadeira de número 4, desde 2016. Nascido em 1950, em Bodocó, Sertão do Araripe, o acadêmico é professor titular da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) e autor dos livros “Fato e Fábula (1999), “Sob o Signo do Silêncio (1992) e “Realidade Inominada (2019).

“Nosso projeto é inovar. Faz parte do propósito da Casa acolher o que se produz, celebrar, transmitir e incentivar a nova criação. Somos uma encruzilhada de saberes, cheia de possibilidades. Pretendemos desenvolver projetos que, além de celebrar a memória da Casa, aproximem toda essa juventude que está produzindo literatura e arte em nosso Estado”, antecipa o novo presidente.
 

Lourival Holanda, presidente da Academia Pernambucana de Letras (APL)Lourival Holanda, novo presidente da APL                Crédito: Rubens Chiri

Além de Lourival Holanda –  que sucede o escritor, ensaísta e tradutor Lucilo Varejão - também tomam posse outros seis novos integrantes da diretoria e ainda os membros do conselho fiscal e os acadêmicos responsáveis pela biblioteca, pelo arquivo e pelas publicações.

 A organização pernambucana reúne entre os imortais nomes como Joaquim Nabuco, Ariano Suassuna, João Cabral de Melo Neto, Barbosa Lima Sobrinho, Manuel Bandeira, Dantas Barreto e Marco Maciel, por exemplo.

Atualmente, cinco integrantes ocupam cadeiras nas academias pernambucana e brasileira simultaneamente. São eles: Marcos Vilaça, Geraldo Holanda Cavalcanti, Evanildo Bechara, Evaldo Cabral da Costa e José Paulo Cavalcanti Filho.

Visitação
Além das reuniões ordinárias e demais eventos do calendário, a Academia Pernambucana de Letras está aberta para visitação tanto ao museu do Século 19 como à biblioteca.

Com cerca de 30 mil títulos, é possível consultar um vasto acervo da obra literária pernambucana e até internacional. A visitação ao local funciona por agendamento, de terça a sexta-feira, das 10h às 16h e as marcações podem ser feitas pelo telefone (81) 3268-2211, no mesmo horário.

Veja também

Após cirurgia e recuperação, Kate Middleton voltará a compromissos públicos em 8 de junho
família real

Após cirurgia e recuperação, Kate Middleton voltará a compromissos públicos em 8 de junho

Tio de Kate Middleton é confirmado para Big Brother britânico
reino unido

Tio de Kate Middleton é confirmado para Big Brother britânico