Adaptação da série 'Riverdale' resulta em enredo soturno

Enredo chega neste mês ao catálogo do Netflix, baseado no quadrinho Archie Comics

Veronica Lodge (Camila Mendes) faz amizade com Archie Andrews (K.J. Apa), um dos protagonistasVeronica Lodge (Camila Mendes) faz amizade com Archie Andrews (K.J. Apa), um dos protagonistas - Foto: Divulgação

A série "Riverdale" é baseada no quadrinho Archie Comics, recorrendo aos mesmos personagens e cidade, mas a adaptação apresenta transformações fundamentais, tornando o enredo mais soturno e complexo.

Enquanto o quadrinho, que surgiu no começo dos anos 1940 e segue ativo até hoje, passou por mudanças de estilo ao longo dos anos, incluindo narrativas alegres e contos de horror, a série segue uma premissa de melodrama, crime e mistério, envolvendo traições, surpresas e assassinato.

A primeira temporada estreou em janeiro de 2017 e está disponível a partir de fevereiro no catálogo da Netflix. A história começa com a narração de Jughead Jones (Cole Sprouse), aluno com pretensões a escritor: ele revela como a morte de Jason Blossom (Trevor Stines), jovem de família rica e influente, muda tudo na pequena cidade. Na mesma época, Veronica Lodge (Camila Mendes) chega à Riverdale e se torna amiga da dupla protagonista, Archie Andrews (K.J. Apa) e Betty Cooper (Lili Reinhart).

Aos poucos, o roteiro detalha como as famílias influentes de Riverdale são marcadas por sangue e traições, crimes que atravessam gerações e criam as raízes para um ódio permanente.

Leia também:
Humanidade além dos limites na série 'Altered Carbon'
Porta dos Fundos anuncia série para março
Terceiro filme da série 'Cloverfield' é lançado 'de surpresa' pela Netflix


O assassinato de Jason parece sintetizar uma série de tragédias que ocorriam nos bastidores da elite da cidade, incluindo agressões sexuais, abusos cotidianos, violência gratuita. A relação dos pais com os filhos vem carregada desse ressentimento que com os anos e as decepções parece plenamente integrado nas relações sociais.

Nesse sentido o enredo parece se destacar como uma novela policial, pela maneira como cada capítulo prende a atenção através de surpresas e mistérios, oscilando entre um tom melodramático e farsesco. É um argumento que, embora não seja particularmente original ou inovador, parece trabalhar os gêneros de crime e suspense de forma eficaz.

Destaque para os personagens, bem construídos e interpretados de forma cativante, demonstrando uma ligação com séries como "Gossip girl" e "13 reasons why".

A série se sustenta fortemente nos personagens, nas relações entre eles e na maneira como pequenas surpresas avançam o drama central do enredo. Entre os pontos fortes da primeira temporada está a maneira como o argumento se conecta com as discussões contemporâneas sobre a cultura machista e a forma como pequenos abusos se tornam rotina em escolas e nas relações familiares.

Progressão

"Riverdale" tem 13 episódios na primeira temporada, revelando a cada novo capítulo as estruturas frágeis dos bastidores dessa cidade. A segunda temporada já estreou nos Estados Unidos - foram exibidos 13 episódios e a previsão é que a história seja concluída no capítulo 22. Ainda não há previsão quando os novos capítulos serão integrados ao catálogo da Netflix.

Veja também

Mauricio de Sousa celebra 60 anos de Cebolinha: 'Orgulhoso pelo filho que eu criei'
Quadrinhos

Mauricio de Sousa celebra 60 anos de Cebolinha: 'Orgulhoso pelo filho que eu criei'

Artes visuais: como curadores e galeristas escolhem novos talentos no Recife
Artes Visuais

Artes visuais: como curadores e galeristas escolhem novos talentos no Recife