A-A+

Alceu Valença traz o seu 'Valencianas' de volta para o Santa Isabel

O cantor e compositor pernambucano se apresenta nesta quinta-feira (2) com a Orquestra Ouro Preto, de Minas Gerais, regida pelo maestro Rodrigo Toffolo

'Valencianas' será apresentado no Teatro de Santa Isabel'Valencianas' será apresentado no Teatro de Santa Isabel - Foto: Íris Zanetti/Divulgação

Será na imponência do Teatro de Santa Isabel que o Recife receberá mais uma apresentação do eruditismo da Orquestra Ouro Preto em meio ao sotaque do cantor e compositor pernambucano Alceu Valença, com o espetáculo “Valencianas”, apresentado nesta quinta-feira (2), às 20h30 (ingressos esgotados). No palco, o popular e a música de concerto trazem de volta as “brumas leves” da biografia do artista, que teve parte do cancioneiro revisitado sob a regência do maestro Rodrigo Toffolo.

“Ouvir Valencianas no Santa Isabel, em uma atmosfera intimista e num teatro belíssimo, certamente será uma experiência única”, ressaltou o maestro em conversa com a Folha de Pernambuco. Ele, que deu início à concepção do concerto em 2010, ocasião em que foi apresentado a Alceu por meio de um amigo em comum, o editor Paulo Rogério Lage, concretizou cerca de dois anos depois o espetáculo e ampliou sinfonicamente o repertório de um dos mais versáteis artistas da música brasileira. Tudo foi registrado pela primeira vez em um show ao vivo, em Belo Horizonte, assinado pelo violinista e arranjador paraibano Mateus Freire.

Leia também:
Petrobras corta patrocínio de festivais de cinema, música e teatro
Taylor Swift virá ao Brasil em 2020 pela primeira vez para promover disco 
Rami Malek confirma que será vilão de próximo filme de James Bond


“Mateus é profundo conhecedor da música nordestina. Vamos de frevo e de maracatu, mas ressalto também a canção ‘Ladeiras’, no estilo bossa nova, porque Alceu vai além, é brasileiro”, comenta Toffolo, que completou que “levar ao mundo orquestral a brasilidade dele foi um grande desafio, talvez um dos maiores de carreira”.



“Valencianas” foi lançado em DVD (Desckdisc, 2014) e após ganhar os palcos País afora, foi apresentado no Recife em 2018 (Teatro Guararapes). De volta ao Estado, o público vai contemplar clássicos como “La Belle de Jour”, “Girassol”, “Coração Bobo” e “Sete Desejos” entre outras canções do pernambucano exploradas por violas e violinos, contrabaixos e guitarras, sanfona e percussão dos músicos da orquestra que se somam à voz de Alceu Valença. “Ele é um artista que, como poucos, tem o poder de cativar plateias”, conclui Toffolo.


Veja também

Nego do Borel será processado por chamar Liziane de 'Coringa'
A Fazenda 13

Nego do Borel será processado por chamar Liziane de 'Coringa'

Conheça a nova personagem do filme 'Turma da Mônica  Lições'
Live-action

Conheça a nova personagem do filme 'Turma da Mônica Lições'