Ator

Alec Baldwin vai entrevistar Woody Allen nesta terça-feira (28)

"Se você acredita que um julgamento deve ser realizado por meio de um documentário da HBO, o problema é seu", escreveu o ator se referindo a filme que aborda suposto abuso cometido pelo cineasta

Alec BaldwinAlec Baldwin - Foto: Divulgação

Leia também

• Alec Baldwin queria terminar filmagens após a morte de cineasta

• Produtores de filme marcado por tiro acidental de Alec Baldwin negam falhas de segurança no set

• 'Rust': Produtor diz que filme com Alec Baldwin marcado por tiro acidental será completado

Alec Baldwin vai entrevistar Woody Allen nesta terça-feira (28). O anúncio foi feito pelo ator via Instagram, mesma rede onde acontecerá o encontro através de uma live, marcada às 10h30.

"Deixe-me começar afirmando que tenho ZERO INTERESSE nos julgamentos e postagens hipócritas de qualquer pessoa aqui. Obviamente, eu sou alguém que tem meu próprio conjunto de crenças e não poderia me importar menos com a especulação de qualquer outra pessoa. Se você acredita que um julgamento deve ser realizado por meio de um documentário da HBO, o problema é seu", escreveu Baldwin no post em que anuncia a entrevista.

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

A post shared by Alec Baldwin (@alecbaldwininsta)

Ele se refere ao documentário "Allen vs. Farrow", lançado no ano passado, que jogou luz novamente nas acusações que pairam sobre o diretor de 86 anos de que ele teria abusado de Dylan Farrow, filha adotiva de Mia Farrow, sua então esposa, e de quem Allen também havia se tornado pai adotivo. Dylan tinha sete anos quando do suposto abuso. Na época, duas investigações que correram paralelas apontaram para a inocência do cineasta, mas o caso voltou à tona com o movimento #MeToo, que gerou uma onda de denuncias sobre abusos em Hollywood a partir de 2017.

Baldwin trabalhou com Allen em "Alice" (1990),"Para Roma com amor" (2012) e "Blue Jasmine" (2013), e se manteve ao lado diretor diante do ressurgimento das acusações, assim como Diane Keaton, Scarlett Johansson, Larry David, Javier Bardem e Jude Law. Outros artistas que trabalharam com o diretor, como Kate Winslet, Rebecca Hall, Colin Firth e Timothée Chalamet, já se manifestaram contra o cineasta.

Veja também

Elton John e Britney Spears se unem para colaborar em nova música
Música

Elton John e Britney Spears se unem para colaborar em nova música

Histórias seculares da cidade em realidade aumentada é atração no Bairro do Recife
Turismo

Histórias seculares da cidade em realidade aumentada é atração no Bairro do Recife