Ana Beatriz Godói é coroada rainha de bateria da Rosas de Ouro

Jornalista já havia desfilado na escola de samba nos anos de 2002 e 2003

Ana Beatriz Godói vai desfilar à frente da bateria da Rosas de OuroAna Beatriz Godói vai desfilar à frente da bateria da Rosas de Ouro - Foto: Reprodução/Instagram

No último sábado (19), Ana Beatriz Godói, 35, foi coroada a nova rainha de bateria da Rosas de Ouro. Embora seja a primeira vez que a jornalista ocupará o posto, ela já desfilou na escola de samba nos anos de 2002 e 2003. No Instagram da agremiação, foi escrita uma mensagem de boas vindas à loira.

"Novo reinado à frente da Bateria com Identidade! Seja bem-vinda, Ana Beatriz! Que sua volta à Roseira seja repleta de felicidades e conquistas! Brilhe!". O post está ao lado de um outro, que homenageava Ellen Rocche, 40, que desfilou por 20 anos na Rosas, sendo 12 deles a frente da bateria. A atriz não compareceu à cerimônia, mas usou as redes sociais para parabenizar a Rosas de Ouro, que completou aniversário de sua fundação no dia da coroação. Rocche, porém, não falou nada sobre Godói na mensagem.

Leia também:
Lexa é coroada rainha de bateria da Unidos da Tijuca
Iza será rainha de bateria da Imperatriz Leopoldinense em 2020   

"Feliz aniversário, Rosas de Ouro! São 48 anos de muito amor! Parabéns a todos que fazem parte dessa história. Hoje não estarei presente, pois tenho um compromisso inadiável, mas deixo aqui o meu coração para vocês!" Já Godói parece não ter se abalado com isso e já faz planos para seu futuro na escola de samba. "O coração bateu mais forte quando surgiu essa oportunidade, iniciar um novo ciclo no Carnaval me deixa ainda mais radiante e animada. No começo do ano pensei em deixar tudo para realizar meu sonho de ser mãe, mas retornar à Rosas é muito especial".

Veja também

Polícia encontra supostas músicas inéditas de Renato Russo
Rio de Janeiro

Polícia encontra supostas músicas inéditas de Renato Russo

Mezzo-soprano apresenta clássicos da poesia francesa no Recife
Virtual

Mezzo-soprano apresenta clássicos da poesia francesa no Recife