A-A+

Ancine contesta decisão do TCU sobre suspensão de verbas

'Entraremos com embargos solicitando a suspensão dos efeitos do acórdão', afirmou o diretor-presidente da Ancine, Christian de Castro

Ancine, Rio de JaneiroAncine, Rio de Janeiro - Foto: Divulgação

A Agência Nacional do Cinema (Ancine) vai entrar nesta quinta (18) com embargos de declaração contra o acórdão do Tribunal de Contas da União que determinava que a agência suspendesse o repasse de recursos públicos para o setor audiovisual.

"Entraremos com embargos [de declaração] solicitando a suspensão dos efeitos do acórdão que estariam relacionados à análise e ao cumprimento do plano de ação já apresentado e em análise pelo TCU", diz o diretor-presidente da Ancine, Christian de Castro, sobre a exigência do TCU de que a agência comprove que tem condições de analisar toda prestação de contas dos projetos aprovados por ela.

Leia também:
Cinema pernambucano aguarda definições na Ancine
Projetos selecionados em edital da TVPE injetam ânimo no audiovisual local
Mostra de Cinema ao Ar Livre movimenta Agreste no feriado


"O recurso entra para contestar certos pontos contraditórios, omissos e obscuros que por ventura tenham aparecido ao longo do acórdão", completa. Ele confirmou que a Ancine foi notificada oficialmente pelo TCU nesta quarta (17).

O diretor-presidente da entidade também afirmou que nesta quinta (18) será comunicado formalmente às "partes que se relacionam com a Ancine e os mecanismos de fomento de alguma forma" sobre a "operação de como vai funcionar até o resultado do embargo". Ele adianta que "todos os contratos firmados e publicados no Diário Oficial da União serão honrados".

Veja também

Alanis Guillen deixa os pelos crescerem para viver Juma em 'Pantanal'
Televisão

Alanis Guillen deixa os pelos crescerem para viver Juma em 'Pantanal'

Pabllo Vittar anuncia capa e estreia de clipe de 'Bang Bang'
Música

Pabllo Vittar anuncia capa e estreia de clipe de 'Bang Bang'