televisão

Angélica mediará conflitos e voltará a atuar em novo programa: 'Pertinente para o momento'

Os 12 episódios da temporada, que vai até dezembro, são guiados por um grande tema: a busca da felicidade

Angélica em gravação do Simples AssimAngélica em gravação do Simples Assim - Foto: Divulgação/João Miguel Júnior/TV Globo

Nesta quarta-feira (30), Angélica, 46, apresentou à imprensa seu novo programa, o Simples Assim, que estreia no próximo dia 10 na Globo. Após o fim do Estrelas, no qual ela entrevistava celebridades, ela volta dando espaço para anônimos.

Os 12 episódios da temporada, que vai até dezembro, são guiados por um grande tema: a busca da felicidade. A apresentadora diz que a pausa que teve nos dois anos em que ficou afastada da TV foi fundamental para a escolha dessa temática.

"Foi muito pertinente para o momento que eu estava vivendo de vida", afirmou. "Eu já vinha numa coisa de autoconhecimento, de tentar entender o meu propósito de vida, de olhar pra dentro. Quando tive a oportunidade de estar em casa foi um presente. Foi nesse meu tempo que eu fui enxergando as questões básicas da vida, que são tão importantes e fundamentais."

O programa já tem alguns quadros bem definidos. No começo, serão apresentados em forma de animação (feitas pela carioca Bianca Mol) uma pesquisa sobre o tema do dia. Depois, anônimos passarão por experimentos que simulem uma situação parecida. No Dilemas da Vida Real, Angélica vai mediar conflitos entre duas pessoas. Por fim, esquetes bem humorados, com a participação da própria Angélica e de famosos, mostrarão outros lados da situação.

Nos vídeos apresentados à imprensa, apareceram uma animação com dados sobre as idades em que as pessoas são mais felizes, uma experimento com pessoas dando conselhos a si próprias quando mais jovens, uma mediação de conflito entre um marido e uma mulher que moram em cidades diferentes e têm de decidir em qual das duas ficarão juntos e um esquete com participação de Paulo Gustavo, 41, sobre pessoas que não têm tempo para elas mesmas.

A apresentadora disse que participar como atriz foi um pedido pessoal. "Eu gosto muito, fui dar uma analisada e percebi que em quase todos os trabalhos que fiz sempre tinha", riu. "Eu gosto de atuar. Claro que encaixado no contexto do que estou fazendo. Não vou parar para fazer teatro, novela."

Apesar de ter começado a gravar antes da pandemia, Angélica diz que não foi preciso fazer muitas adaptações para adequar o programa aos tempos de quarentena. "O programa já não tinha auditório", explicou. "As adaptações foram diminuir o número de pessoas no palco comigo e que alguns quadros que eram na rua foram para o estúdio, mas é um programa muito mais de dentro pra fora."

Angélica afirmou também que espera que o programa tenha mais temporadas, mas não está preocupada com isso. "A gente não programou uma segunda temporada", garantiu. "Espero que ele tenha uma vida longa, mas a gente não está pensando nesse futuro."

Veja também

Clima entre Mirella e Raissa esquenta em A Fazenda
A fazenda

Clima entre Mirella e Raissa esquenta em A Fazenda

Ratinho tem diagnóstico de Covid-19 e ficará afastado da TV
Coronavírus

Ratinho tem diagnóstico de Covid-19 e ficará afastado da TV