Netflix

Animação 'A Caminho da Lua' traz mensagem sobre superação das perdas

A cantora Priscilla Alcantara gravou a versão em português de 'Vou Voar', música-tema da personagem Fei Fei

"A Caminho da Lua" mistura música e lendas chineses"A Caminho da Lua" mistura música e lendas chineses - Foto: Divulgação/Netflix

“A Caminho da Lua”, novo filme que a Netflix apresenta ao público nesta sexta-feira (23), promete bater de frente com a hegemonia do selo Disney/Pixar no ramo das animações. A plataforma de streaming investiu pesado na produção, contratando como diretor o renomado Glen Keane, que trabalhou em obras como “A Pequena Sereia”, “A Bela e a Fera” e “Tarzan”. 

O longa-metragem traz elementos que também estão presentes em muitas das animações do estúdios concorrentes. A música é uma dessas características semelhantes e está presente em boa parte do filme, com canções originais compostas por Christopher Curtis, Marjorie Duffield e Helen Park. A trilha sonora é assinada por Steven Price, que venceu o Oscar de 2015 por “Gravidade”. 

“Vou voar”, música-tema do filme, foi gravada originalmente por Cathy Ang, atriz que dubla a protagonista da trama em inglês. Para o Brasil, foi lançada uma versão em português cantada por Priscilla Alcantara, artista que transita com sucesso entre o gospel e o pop. Aos 24 anos, a cantora diz que o projeto foi uma realização pessoal.

“Quando eu era criança, qualquer filme infantil que envolvesse música me encantava. Por isso eu tinha tanto desejo de trabalhar com animação musical e também porque é algo que envolve a interpretação em si, o que me tira totalmente da zona de conforto”, afirma. 

A canção embala a aventura da garota Fei Fei. Apaixonada pela ciência, ela constrói um foguete para viajar até a lua. Seu objetivo é provar aos familiares a existência de Chang'e, a deusa da lua. Essa e outras referências às lendas chinesas fazem parte do universo mítico de “A Caminho da Lua”. 

“Um dos pontos fortes dessa animação é a propagação de uma cultura diferente da nossa. Através de um projeto assim, a gente tem a oportunidade de conhecer mais sobre ela, de uma forma divertida e didática. Ao mesmo tempo que valoriza essa diversidade cultural, acaba mostrando que no final das contas a gente tem muita coisa em comum”, ressalta Priscilla.

Para além do pano de fundo do poder da imaginação, o longa toca em um tema sensível e que ecoa no momento que o mundo vive diante da pandemia do coronavírus. Após perder a mãe, Fei Fei sente dificuldades para superar o luto e seguir em frente. Sem aceitar que o pai inicie um novo relacionamento, ela acredita que a figura de Chang'e pode inspirar o viúvo a continuar sozinho. Na lenda, antes de ser transformada em uma deusa, ela jurou amor eterno ao noivo mortal e, ao longo dos séculos, busca uma forma de ressuscitá-lo. 

Priscilla Alcantara, cantoraPriscilla Alcantara gravou "Vou Voar" (Foto: Divulgação/Netflix)

“A arte é uma ferramenta tão poderosa para se comunicar com o ser humano. O filme carrega muitas conclusões inspiradoras e que podem trazer esperança não só para as crianças, mas também para os adultos. Eu, por exemplo, também perdi alguém nessa pandemia muito próximo a mim. É muito bom receber trabalhos que carregam, no final das contas, uma mensagem de alento”, comenta.

Ex-apresentadora do programa infantil “Bom Dia & Companhia”, Priscilla diz que conseguiu identificar características em comum com a protagonista de “A Caminho da Lua”. “Em muitos pontos eu achei que a personagem tem tudo a ver comigo. O destaque é a determinação em relação ao que ela é e ao que ela deseja, não deixando outras opiniões ou pressões externas interferirem naquilo que realmente tem como identidade e propósito”, diz.

“Isso acabou facilitando na hora de interpretar a música. Ela é como se fosse um grito da alma da Fei Fei, algo que ela está sentindo e quis verbalizar. Então, eu precisei internalizar muito o espírito dela para entender como é que a minha voz poderia personificar isso”, complementa.
 

Veja também

Patrick Quinn, promotor do desafio do balde de gelo na cabeça, morre aos 37 anos
internet

Patrick Quinn, promotor do desafio do balde de gelo na cabeça, morre aos 37 anos

Pabllo Vittar divulga capa do seu disco, "111", na versão deluxe
Música

Pabllo Vittar divulga capa do seu disco, "111", na versão deluxe