Cultura

Após dez anos fechado, Teatro do Parque volta a funcionar em 11 de dezembro

Por causa da pandemia de Covid-19, equipamento abrirá com capacidade reduzida de 300 pessoas

Reformado, Teatro do Parque volta a funcionarReformado, Teatro do Parque volta a funcionar - Foto: Paullo Allmeida/Folha de Pernambuco

Fechado desde 2010, o Teatro do Parque volta a funcionar no próximo dia 11 de dezembro seguindo todos os protocolos sanitários para prevenir a Covid-19. Com capacidade para 800 pessoas, por enquanto, o histórico teatro só poderá receber 300 pessoas.

No dia da inauguração, o teatro terá apresentação da Banda Sinfônica do Recife. Foram investidos mais de R$ 20 milhões na obra de restauro do teatro, considerado um dos principais equipamentos culturais de Pernambuco. 

A reforma vai do piso ao teto. Dentro do teatro, as poltronas, confortáveis, foram restauradas para ficarem idênticas às da década de 1950. O teatro também terá um projetor 4K. Além disso, eventos corporativos e apresentações no palco devem voltar a acontecer após mais de uma década. 

Na estrutura do teatro foram recuperados alicerces, drenagem, sistema de climatização, pisos e cores que remetem à característica histórica de 1929, quando o comerciante português Bento de Aguiar, investiu 200 contos de réis para construção do teatro centenário. 

O presidente da Fundação de Cultura do Recife, Diego Rocha, explica que o teatro é o principal equipamento cultural do Recife. “Ele tem capacidade para mais de 800 pessoas. Tem que manter. Será produzido um plano de conservação e utilização do teatro com regras. Quem for utilizar assina compromisso para devolver do jeito que recebeu. Não podemos permitir ele se deteriorar como foi anteriormente e sim conservá-lo para durar mais de 100 anos”, afirmou.

Para a coordenadora de requalificação do projeto do Teatro do Parque, Simone Osias, a obra de restauro foi um grande desafio. “Estou extremamente feliz com o resultado, mas um pouco triste depois de deixar o teatro após quatro anos, quase, mas foi uma emoção muito grande. Atingiu aquilo que aliar o restauro e a ambiência de 1929 a tecnologia e conforto que o ano de 2020 oferece”, destacou. 

“É um privilégio para mim estar viva nesta data para que eu possa acompanhar todos os trabalho e chegar esse momento de entregar isso ao público. Pra mim esse momento é um fecho. Missão cumprida”, pontuou a secretária de Cultura do Recife, Leda Alves, que também é atriz e tem sua história ligada ao teatro pernambucano.

História

Um dos teatros mais antigos, queridos e emblemáticos do Recife, o Teatro do Parque, localizado no número 81 da rua do Hospício, no bairro da Vista, foi fechado para o público em 2010. A inauguração da reforma do equipamento inclusive marca o seu aniversário de 105 anos de fundação. 

De responsabilidade da Prefeitura do Recife, a reforma foi iniciada em 2015, paralisada no mesmo ano e retomada apenas em junho de 2018. 

A obra atual buscou preservar as características arquitetônicas do teatro de 1929, quando a estrutura foi adequada à função de cinema e o espaço passou a funcionar como um cine-teatro. O Teatro do Parque fora inaugurado 14 anos antes, em 1915. 

Projetado todo em “art-nouveau”, o teatro foi inaugurado com a apresentação da Companhia Portuguesa de Operetas e Revistas e já foi palco, também, de dezenas de companhia brasileiras ao longo das suas décadas de funcionamento.

Da época do cinema mudo, o Teatro do Parque exibia os filmes acompanhados por músicos que depois se tornariam conhecidos, a exemplo do maestro e compositor Nelson Ferreira.

O espaço também acompanhou o apogeu do cinema falado, sendo arrendado para o grupo Severiano Ribeiro entre as décadas de 1920 e 1950. Também foi palco de inúmeros shows do Projeto Seis e Meia e de outras memórias da Cultura do Estado.

Atualmente, o Teatro do Parque abriga a Banda da Cidade do Recife que, com a restauração, passará a ter um espaço próprio para ensaios.

Veja também

Game põe Deus no controle; veja como Jesus foi parar em jogo que simula milagres
Deus virtual

Game põe Deus no controle; veja como Jesus foi parar em jogo

Renata Sorrah será a nova vilã da continuação de 'Verdades Secretas'
Streaming

Renata Sorrah será a nova vilã da continuação de 'Verdades Secretas'