BBB 22

Após polêmica, equipe de Naiara Azevedo decide não lançar música com Marília Mendonça

Neste domingo (16), após a polêmica e a repercussão negativa em torno do assunto, a equipe de Naiara Azevedo fez um comunicado anunciando que a música não será lançada

Naiara AzevedoNaiara Azevedo - Foto: Divulgação

A causa da briga entre o irmão de Marília Mendonça e Naiara Azevedo, participante do "Big Brother Brasil 22", tem um nome: "50%". Assim foi batizada a parceria feita pelas duas em 2020, dentro do projeto "Juntas", DVD feito durante a pandemia só dobradinhas de Naiara com mulheres, entre elas Marília Mendonça, Paula Fernandes e Solange.

Neste domingo (16), após a polêmica e a repercussão negativa em torno do assunto, a equipe de Naiara Azevedo fez um comunicado anunciando que a música não será lançada. O comunicado diz:

“A equipe de Naiara Azevedo tem toda admiração e respeito por Marília Mendonça e sua família, e entende toda a delicadeza da situação. O trâmite da gravação da música “50 por cento” foi feito através das duas artistas. Para o lançamento, se faz necessário uma burocracia por parte da gravadora – o que é comum com qualquer feat gravado. A autorização para participação das artistas veio somente no primeiro semestre de 2021, e a liberação de lançamento para início do ano de 2022.

Com o convite para Naiara participar do reality show com maior visibilidade do Brasil, foi pensada uma estratégia de carreira para a cantora e gravou-se um DVD, que todos sabem o quanto é importante para um artista. Neste projeto, foi incluída a faixa “50 por cento”, uma canção muito especial para Naiara, e se manteve a participação da Marília através das imagens do videoclipe já gravado, como forma de carinho e admiração.

Reiteramos que tudo foi sempre feito dentre os trâmites legais. Mas, em respeito a família de Marília, e se for da vontade deles não quererem esse lançamento, iremos entender e não lançar a canção. E fica aqui frisado, novamente, toda admiração e respeito que sempre existiu entre as artistas".
 

Com Marília, houve o encontro. As duas se reuniram e, como contou Naiara em uma edição do programa de Fátima Bernardes, na ocasião da gravação do DVD com 12 faixas. "Teve muito carinho envolvido nisso. Tive poucas oportunidades de encontrar Marília durante a pandemia. Esse dia foi tão especial, com a gente cantando, interagindo, compartilhando experiências", disse Naiara.

A faixa feita pelas duas, previsa para sair em 2021, não chegou a ser lançada. E aí é que está o problema. Ainda durante o confinamento para entrar no "BBB 22", Naiara disse que a música sairia agora, quando estivesse participando do reality show.  Foi o suficiente para gerar a ira de João Gustavo, irmão de Marília. Ele, que também é cantor sertanejo, tem uma dupla com Dom Vittor, considerou esse anúncio, depois da trágica morte de sua irmã em um acidente áereo, um oportunismo de Naiara. E foi para as redes sociais criticar a sertaneja.

Ironicamente, a letra de "50%" fala de uma traição. Até aí nada demais, já que praticamente todas as letras do univeso da sofrência falam do tema. A questão é que ela muda um pouco a perspectiva da história e mostra que numa traiçao, a culpa geralmente é das duas partes, daí o título. "A letra passa uma mensagem bem bacana, de que os dois têm culpa", disse Naiara no programa de Fátima.

Um trecho da letra diz: "Errei, eu errei feio, mas errei sozinha/ Você não é santo, eu não sou coitadinha/ Essa conta a gente vai rachar no meio/ Você vacilou, eu só continuei".

O refrão é mais explícito: "Eu olhei para alguém na rua/ Se outra mão me deixou toda tua/ 50% a culpa é minha, 50% a culpa é sua/ Por que um mal amado quando vê uma cerca pula".

Veja também

Cannes se prepara para a festa mundial do cinema
Festival de Cannes

Cannes se prepara para a festa mundial do cinema

Atriz de "Doutor Estranho" Zara Phythian e marido são condenados e presos por abuso sexual infantil
Crime

Atriz de "Doutor Estranho" Zara Phythian e marido são condenados e presos por abuso sexual infantil