Argentino Sergio Mercurio usa o teatro de bonecos para reverenciar a amizade. Veja vídeo

Bonequeiro encerra temporada do espetáculo 'Aqueles velhos de...', na Caixa Cultural

Bonequeiro Sergio MercurioBonequeiro Sergio Mercurio - Foto: Arthur de Souza/Folha de Pernambuco

Laços de amizade que se fortalecem com o fim da vida estão no centro da trama de "Aqueles velhos de...", espetáculo que aporta no Recife. A peça que encerra temporada neste sábado (2), no teatro da Caixa Cultural, com sessões às 20h. A montagem é uma criação do argentino Sergio Mercurio, mestre do teatro de bonecos.

O espetáculo é o último de uma trilogia sobre a velhice, que começa com a peça "Velhos" e segue com "Beatriz" - ambos já foram apresentados na capital pernambucana. "Quando voltei de uma turnê pela América do Sul, em 2003, resolvi fazer uma montagem diferente de tudo o que eu já tinha feito. Queria produzir algo maior, com dramaturgia mais completa".

"Comecei a pesquisa e, em 2007, tinha na cabeça um espetáculo grandioso, com muitos bonecos em cena. Então, resolvi dividir em três peças. Nas duas primeiras, usei as tramas paralelas e, neste último, trago a história original, que começou tudo", conta o artista, conhecido como "El titiritero de Banfield", em referência a um bairro de Buenos Aires.

Leia também:
Mão Molenga Teatro de Bonecos comemora 30 anos
Sílvio Botelho, criador de bonecos gigantes de Olinda, comanda visitas guiadas
Virada Cultural do Teatro Parque ocupa Centro com música, dança e poesia


A trama é centrada na história de dois amigos idosos, que moram em uma pensão. Em cena, Mercurio interpreta Juaréz e contracena com Juanito, um boneco gigante. Juanito começa lentamente a perder a memória e seu companheiro faz de tudo para não perder o colega.

"Fui uma criança que sempre teve avós por perto. Sempre tive uma relação próxima com os idosos e, por isso, sinto-me tocado por tudo o que envolve a velhice", afirma. A encenação conta com participação da atriz pernambucana Odília Nunes.

Serviço
Espetáculo "Aqueles velhos de…"
Quando: Até sábado (2), às 20h
Onde: Caixa Cultural Recife (Avenida Alfredo Lisboa, 505, Bairro do Recife)
Quanto: R$ 20 e R$ 10 (meia-entrada)
Informações: (81) 3425-1915



Veja também

The Voice+: Reality musical com talentos acima de 60 anos começa cheio de emoção
The Voice

The Voice+: Reality musical com talentos acima de 60 anos começa cheio de emoção

Nego do Borel apela para discurso religioso após acusações de agressão
Religiosidade

Nego do Borel apela para discurso religioso após acusações de agressão