Diversão

Artista visual João Lin faz experimentalismo com tatuagem

Mostra 'Combustão' inaugura espaço de tattoo de Nando ZV na Galeria Joana D'Arc, no Pina, nesta terça-feira (17), a partir das 19h

CombustãoCombustão - Foto: Divulgação

O experimentalismo científico se assemelha ao artístico. A partir da união de duas substâncias, materiais, suportes, algo novo é descoberto. É como o processo químico em que dois reagentes liberam energia na forma de calor. Essa reação, chamada de "Combustão", dá nome também à exposição do artista visual João Lin, que ocorre nesta terça-feira (17), às 19h, durante a inauguração do espaço ZV Tattoo e Galeria, na Galeria Joana D'Arc, no Pina.

Na mostra, serão exibidos 12 trabalhos, entre pinturas, desenhos e quadrinhos, feitos com tinta acrília e posca sobre papel canson ou tela. Além de representar a inserção da tatuagem nas obras de Lin, o título da mostra remete ao fogo, elemento que guia a leitura dos trabalhos. Em um processo de troca de conhecimento entre a arte visual de João e a tatuagem Nando ZV, começaram as descobertas.

"O aprendizado da tatuagem tem influenciado meu jeito de desenhar", confessa João. O que o público verá, portanto, é um testemunho desse processo, que ainda está em andamento.

Leia também 
Exposição homenageia artista Francisco Brennand na capital paulista
Galeria Massangana abriga exposição que traz a bandeira como símbolo de lutas
Exposição Os Arrombados reúne nomes da arte pernambucana

"Pela inabilidade em tatuar, não posso fazer coisas muito complexas, então crio imagens bem sintéticas que, durante o traçar na pele, possuam características mais fáceis de transpor", explica o artista. Nesse processo de síntese, Lin acabou por descobrir e se interessar por recursos plásticos de composição com os quais já dialogava.

"A ligação com o pensamento minimalista continua presente, mas agora estou trabalhando com camadas. À primeira vista, portanto, as imagens não são sintéticas, mas complexas, por causa dessas sobreposições", justifica.

O fogo não é estranho ao universo criativo de João, que já o utilizou em suas obras em outras ocasiões, mas nunca focou no elemento como agora. "Na minha última individual, o filtro foi a metáfora dos anjos, que traduzia aquilo que eu estava lendo naquele momento. Atualmente, o conceito do fogo traz desde a dimensão alquímica, do autoconhecimento e da busca do humano, até a tensão do conflito, da ebulição do ponto de vista social e político contemporâneo", descreve.

Daí o uso dos quadrinhos ao lado dos desenhos e pinturas, coisa que Lin nunca havia feito até então em suas exposições. "Os HQs estarão presentes por uma necessidade minha de narrar o discurso do fogo".

 

ZV Tattoo e Galeria, na Galeria Joana D'Arc

ZV Tattoo e Galeria, na Galeria Joana D'Arc - Crédito: Divulgação

 

Quanto à experiência de utilizar a pele humana como 'tela', Lin conta que é um universo muito louco lidar com um suporte vivo. "A relação com o corpo nunca esteve presente no meu trabalho. Achava que seria impossível porque existe a questão conceitual e emocional mediada pela arte. Mas com a parceria com Nando percebi que teria condições de fazer essa experimentação", conta o artista, cujos sentimentos de prazer e medo se revezaram durante o processo, que ainda continua em pesquisa. Por enquanto, a análise dá lugar à emoção.
Serviço:
Mostra 'Combustão' - Inauguração do ZV Tattoo e Galeria
Nesta terça-feira (17), às 19h
Galeria Joana D'Arc (Avenida Herculano Bandeira, Pina)
Visitação: até 17 de dezembro, de quarta a sábado, das 14h às 21h
Agendamento: [email protected]
Entrada franca

 

Veja também

Morre Victor Moreira, figurinista e cenógrafo da Paixão de Cristo de Nova Jerusalém
Luto

Morre Victor Moreira, figurinista e cenógrafo da Paixão de Cristo

'Cidade Invisível', 'Relatos do Mundo', com Tom Hanks, e 'Scarface' chegam à Netflix
Streaming

'Cidade Invisível', 'Relatos do Mundo', com Tom Hanks, e 'Scarface' chegam à Netflix