As 'Vidas Paralelas, Olhares Dissonantes' de Humberto Magno e Jairo Arcoverde

Exposição dos artistas abrem nesta quarta (28) na Arte Plural Galeria, com acesso gratuito

'As Vidas Paralelas, Olhares Dissonantes' em exposição na Arte Plural Galeria'As Vidas Paralelas, Olhares Dissonantes' em exposição na Arte Plural Galeria - Foto: Leo Malafaia/Folha de Pernambuco

Em tempos sombrios ou amenos, a arte cumpre seu papel quando dialoga, instiga e assume confrontos, tal qual o fazem Humberto Magno e Jairo Arcoverde quando, na contramão do senso comum, ousam com suas “Vidas Paralelas, Olhares Dissonantes”, exposição que une os artistas em vernissage na noite desta terça (27) na Arte Plural Galeria e, a partir de amanhã, é aberta ao público que poderá contemplar as telas e pinturas trabalhadas por ambos para exprimir suas visões de mundo.

"São segmentos diferentes das obras de cada um deles, dentro de uma multidisciplinaridade do universo artístico de ambos, detentores de trabalhos e de intensa vivência com linguagem pictórica e provocações metafóricas", ressalta Raul Córdula, à frente da curadoria da exposição, que fica aberta até o dia 5 de outubro. Com guaches sobre papel, que envolvem paisagens, figuras e '"quadradinhos coloridos", Humberto Magno traz reflexões inseridas dentro de uma espécie de viagem no tempo de seu trabalho.





Leia também:
Identidade e resistência são a essência de ‘Bacurau’, dizem os diretores do filme
Pabllo Vittar faz show no Recife em novembro


Já as pequenas pinturas em telas e em papelão de Jairo Arcoverde denotam a sensibilidade recorrente de sua obra, pautada pelo geometrismo simbólico composto por acordes cromáticos e harmonização entre curvas e retas. "Eles abriram portas da linguagem para apresentar possibilidades de visão do futuro da arte. São mestres, embora não se considerem como tal", complementa Raul em sua descrição no texto curatorial.

Pelo menos 18 peças de Humberto e 14 de Jairo percorrem as "Vidas Paralelas, Olhares Dissonantes" dos artistas, em um movimento contestador que pode ser percebido em toda a exposição que desmistifica, também, o "olhar da elite da arte no Recife". "Eles, assim como outros, saíram do status quo e mostram quem nem toda a arte reflete o pensamento de uma elite", finaliza Córdula.

Serviço
"Vidas Paralelas, Olhares Dissonantes", de Humberto Magno e Jairo Arcoverde

Arte Plural Galeria - Vernissage nesta terça (27) e abertura ao público a partir de amanhã (visitação de terça a sexta, das 13h às 19h e aos sábados, das 14h às 18h)
Rua da Moeda, 140, Bairro do Recife
Acesso gratuito

Veja também

Aos 92 anos, morre Anjinha do Coco
LUTO

Aos 92 anos, morre Anjinha do Coco

The Voice Kids volta com shows ao vivo e Simone julgando remotamente
Música

The Voice Kids volta com shows ao vivo e Simone julgando remotamente