Ato no Cine Olinda terá debate, filmes, feira de arte e cerveja artesanal

#OcupeCineOlinda realiza programação gratuita com curtas infantis, filmes brasileiros e debate sobre a a reabertura do espaço

ComebackComeback - Foto: Divulgação

Nesta sexta-feira (30) o movimento #OcupeCineOlinda realiza mais uma ação pela reabertura do espaço, que está fechado há mais de 50 anos. Neste quinto ato, que pede a reabertura imediata do cinema, estão programados a exibição de curtas brasileiros, curtas infantis, uma feira de arte e de cervejas artesanais. Na pauta também está um debate com gestores públicos sobre propostas para reabertura do equipamento cultural. A programação acontecerá dentro do espaço do cinema e é aberta ao público.

Desde que foi desapropriado, em 1979, o Cine Olinda já passou por diversas reformas que nunca foram concluídas. Atualmente, o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) e a Prefeitura de Olinda estão trabalhando para a conclusão da atual reforma, mas ainda não há previsão de conclusão. O espaço está parcialmente reformado na estrutura, mas não dispõe dos equipamentos próprios para a exibição de filmes, como tela, cadeiras e equipamento de som e projeção. Ainda assim, o #OcupeCineOlinda vai realizar as projeções dentro do cinema.

“Ocupar o Cine Olinda e demandar a reativação do espaço é muito tocante pra gente porque tem tudo a ver com a ideia pela qual o entre andares foi concebido. são espaços que precisam voltar ao cotidiano do Recife e de Olinda porque fazem parte da nossa memória, têm uma história emocional a contar. mais que isso: reativar esses espaços é também uma forma de voltarmos às ruas, de voltar a viver essas cidades com mais opções de lazer e convivência”, explica Marina Moura Maciel, jornalista e uma das diretoras do documentário “Entre Andares”, um dos curtas que será exibido no #OcupeCineOlinda. Realizado em conjunto com a também jornalista Aline van der Linden, o doc trata do abandono do edifício e Cinema AIP, no centro do Recife, e sobre a relação afetiva dos moradores com o prédio.

Ainda na programação está a exibição do curta “Blábláblá”, de Andrea Tonacci, em que o ator Paulo Gracindo evoca as contradições e artimanhas do discurso político no ano da instauração do Ato Institucional nº 5. Os curtas serão exibidos a partir das 18h30. Para as crianças haverá uma sessão de curtas infantis às 17h30.

Às 21h será a vez do longa-metragem “Martírio”, premiado no último Festival de Brasília, onde estreou. Esta é a primeira exibição pública do filme no estado. De Vincent Carelli emem colaboração com Ernesto de Carvalho e Tita, a produção audiovisual foi vencedora do prêmio especial do júri, prêmio do público e do prêmio Marco Antônio Guimarães, conferido para o filme que melhor utiliza material de pesquisa cinematográfica.

Além da programação cinematográfica, o movimento #OcupeCineOlinda realizará uma discussão, às 19h30, para buscar propostas pela volta do cinema. O debate "Gestão pública em xeque" terá a presença do diretor Kleber Mendonça Filho (Cinema da Fundaj), das produtoras Isabela Cribari e Carla Francine, da presidenta da Fundarpe, Márcia Souto, Fernando Augusto (Casa do Patrimônio / IPHAN). O debate contará ainda com a participação de representantes da prefeitura de Olinda, como o secretário de Patrimônio e Cultura, Lucilo Varejão, a secretária executiva de Cultura, Clarisse Andrade, e o diretor de Cultura, Pepe Jordão.

Programação:
17h30 – Feira de arte + Sessão de curtas infantis
18h30 - Sessão de Curtas
“BLÁBLÁBLÁ” (SP, 1968, pb, 35mm, fic, 26’), de Andrea Tonacci
“ENTRE ANDARES” (PE, 2016, cor, HD, doc, 14’), de Aline Van Der Linden e Marina Moura Maciel
19h – Videomapping com Gabriel Furtado (Media Sana)
19h30 – Debate com gestores públicos - Kleber Mendonça Filho, Márcia Souto (Fundarpe), Carla Francine e Isabela Cribari .
21h – “MARTÍRIO” (PE, 2016, cor, HD, doc, 260’), de Vincent Carelli, em colaboração com Ernesto de Carvalho e Tita

Veja também

Secretaria de Cultura do Estado lança editais da Lei Aldir Blanc
Fomento

Secretaria de Cultura do Estado lança editais da Lei Aldir Blanc

Encontro de Cinema Negro Zózimo Bulbul - Brasil, África, Caribe e outras diásporas em edição virtual
Audiovisual

Encontro de Cinema Negro Zózimo Bulbul - Brasil, África, Caribe e outras diásporas em edição virtual