Ato no Cine Olinda terá debate, filmes, feira de arte e cerveja artesanal

#OcupeCineOlinda realiza programação gratuita com curtas infantis, filmes brasileiros e debate sobre a a reabertura do espaço

ComebackComeback - Foto: Divulgação

Nesta sexta-feira (30) o movimento #OcupeCineOlinda realiza mais uma ação pela reabertura do espaço, que está fechado há mais de 50 anos. Neste quinto ato, que pede a reabertura imediata do cinema, estão programados a exibição de curtas brasileiros, curtas infantis, uma feira de arte e de cervejas artesanais. Na pauta também está um debate com gestores públicos sobre propostas para reabertura do equipamento cultural. A programação acontecerá dentro do espaço do cinema e é aberta ao público.

Desde que foi desapropriado, em 1979, o Cine Olinda já passou por diversas reformas que nunca foram concluídas. Atualmente, o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) e a Prefeitura de Olinda estão trabalhando para a conclusão da atual reforma, mas ainda não há previsão de conclusão. O espaço está parcialmente reformado na estrutura, mas não dispõe dos equipamentos próprios para a exibição de filmes, como tela, cadeiras e equipamento de som e projeção. Ainda assim, o #OcupeCineOlinda vai realizar as projeções dentro do cinema.

“Ocupar o Cine Olinda e demandar a reativação do espaço é muito tocante pra gente porque tem tudo a ver com a ideia pela qual o entre andares foi concebido. são espaços que precisam voltar ao cotidiano do Recife e de Olinda porque fazem parte da nossa memória, têm uma história emocional a contar. mais que isso: reativar esses espaços é também uma forma de voltarmos às ruas, de voltar a viver essas cidades com mais opções de lazer e convivência”, explica Marina Moura Maciel, jornalista e uma das diretoras do documentário “Entre Andares”, um dos curtas que será exibido no #OcupeCineOlinda. Realizado em conjunto com a também jornalista Aline van der Linden, o doc trata do abandono do edifício e Cinema AIP, no centro do Recife, e sobre a relação afetiva dos moradores com o prédio.

Ainda na programação está a exibição do curta “Blábláblá”, de Andrea Tonacci, em que o ator Paulo Gracindo evoca as contradições e artimanhas do discurso político no ano da instauração do Ato Institucional nº 5. Os curtas serão exibidos a partir das 18h30. Para as crianças haverá uma sessão de curtas infantis às 17h30.

Às 21h será a vez do longa-metragem “Martírio”, premiado no último Festival de Brasília, onde estreou. Esta é a primeira exibição pública do filme no estado. De Vincent Carelli emem colaboração com Ernesto de Carvalho e Tita, a produção audiovisual foi vencedora do prêmio especial do júri, prêmio do público e do prêmio Marco Antônio Guimarães, conferido para o filme que melhor utiliza material de pesquisa cinematográfica.

Além da programação cinematográfica, o movimento #OcupeCineOlinda realizará uma discussão, às 19h30, para buscar propostas pela volta do cinema. O debate "Gestão pública em xeque" terá a presença do diretor Kleber Mendonça Filho (Cinema da Fundaj), das produtoras Isabela Cribari e Carla Francine, da presidenta da Fundarpe, Márcia Souto, Fernando Augusto (Casa do Patrimônio / IPHAN). O debate contará ainda com a participação de representantes da prefeitura de Olinda, como o secretário de Patrimônio e Cultura, Lucilo Varejão, a secretária executiva de Cultura, Clarisse Andrade, e o diretor de Cultura, Pepe Jordão.

Programação:
17h30 – Feira de arte + Sessão de curtas infantis
18h30 - Sessão de Curtas
“BLÁBLÁBLÁ” (SP, 1968, pb, 35mm, fic, 26’), de Andrea Tonacci
“ENTRE ANDARES” (PE, 2016, cor, HD, doc, 14’), de Aline Van Der Linden e Marina Moura Maciel
19h – Videomapping com Gabriel Furtado (Media Sana)
19h30 – Debate com gestores públicos - Kleber Mendonça Filho, Márcia Souto (Fundarpe), Carla Francine e Isabela Cribari .
21h – “MARTÍRIO” (PE, 2016, cor, HD, doc, 260’), de Vincent Carelli, em colaboração com Ernesto de Carvalho e Tita

Veja também

Artistas se unem para arrecadar fundos para ações na Cracolândia
Solidariedade

Artistas se unem para arrecadar fundos para ações na Cracolândia

Dani Calabresa diz que namorado a fez acreditar que 'vale a pena se jogar' no amor
famosos

Dani Calabresa diz que namorado a fez acreditar que 'vale a pena se jogar' no amor