Luto

Morre ator britânico Dave Prowse, que interpretou Darth Vader

Dave Prowse, um ex-fisiculturista que virou ator, conseguiu o papel na célebre trilogia graças a sua aparência e altura de quase dois metros.

Dave Prowse e Darth VaderDave Prowse e Darth Vader - Foto: AFP/arquivo

O ator britânico Dave Prowse, que interpretou Darth Vader na trilogia original Star Wars, faleceu no sábado aos 85 anos, informou neste domingo seu agente, Thomas Bowington.

"Anunciamos, com enorme tristeza, que nosso cliente Dave Prowse faleceu ontem (sábado) aos 85 anos", escreveu o agente no Facebook.

"Que a força esteja com ele, sempre", declarou o representante à BBC, recordando a frase usada pelos protagonistas de saga. "É uma perda realmente dolorosa para nós e para milhões de fãs no mundo", completou.

Dave Prowse, um ex-fisiculturista que virou ator, conseguiu o papel na célebre trilogia graças a sua aparência e altura de quase dois metros. Mas o forte sotaque de Bristol, oeste da Inglaterra, foi considerado pouco apropriado para o personagem e a produção escolheu o ator James Earl Jones para dar a voz ao grande vilão.

Prowse representou a Inglaterra no levantamento de peso dos Jogos da Commonwealth no início dos anos 1960, antes de iniciar a carreira como ator.

Com sua impressionante armadura negra, respiração metálica e poderes, Darth Vader é um dos 'vilões" mais marcantes da história do cinema. A frase "Eu sou seu pai", simulando a voz tenebrosa do personagem, é uma das mais repetidas pelos fãs da saga criada por George Lucas.

"Vader é o vilão mais importante da história", disse Dave Prowse à AFP em 2013.

Durante muitos anos, o ator viajou pelo mundo para convenções de fãs da trilogia original, que chegou aos cinemas entre o fim dos anos 1970 e e início da década de 1980.

Veja também

Saiba o que muda para Hollywood agora que a China bateu os EUA em bilheteria
Audiovisual

Saiba o que muda para Hollywood agora que a China bateu os EUA em bilheteria

A psicodelia moderna de Petrônio e as Criaturas em novo Ep
Música

A psicodelia moderna de Petrônio e as Criaturas em novo Ep