A-A+

Bailarina Patrícia Pina Cruz apresenta novo solo no Teatro Hermilo

Espetáculo 'Z.i.g.o.t.o – A primeira célula de um novo ser', de Patrícia Pina Cruz, levanta questionamentos sobre gênero. Produção fica em cartaz até o final de setembro

Cena de 'Z.i.g.o.t.o – A primeira célula de um novo ser' Cena de 'Z.i.g.o.t.o – A primeira célula de um novo ser'  - Foto: Clarissa Lambert/Divulgação

“Z.i.g.o.t.o – A primeira célula de um novo ser” é o nome da performance solo da bailarina Patrícia Pina Cruz, que estreia neste sábado (15), às 20h, no Teatro Hermilo Borba Filho. O espetáculo segue em cartaz até o dia 30 de setembro, com sessões aos sábados, às 20h, e aos domingos, às 19h. A entrada é gratuita, mas é preciso chegar uma hora antes para retirar os ingressos na bilheteria.

Quando o gameta masculino (espermatozoide) e o gameta feminino (óvulo) se fundem, eles dão origem ao zigoto, primeiro estágio do organismo multicelular que é o ser humano. Essa célula inicial, que ainda não é homem e nem mulher, batiza o projeto da artista, que para desenvolver o espetáculo contou com financiamento do Funcultura.

Leia também:
Escola Pernambucana de Circo lança crowdfunding para espetáculo sobre violência doméstica
Grupo Totem lança videoperformance 'GeoPoesis'
'Curral Grande' retrata a realidade dos campos de concentração do Ceará


“Z.i.g.o.t.o” levanta questões referentes a gênero: tensões, disputa de poder e igualdade de importância na existência. A direção é de Black Escobar – que faz participação no espetáculo -, iluminação de Cleison Ramos e produção de Bárbara Aguiar.

Veja também

'Animais Fantásticos': novo filme explorará a vida do mago Dumbledore
Mundo bruxo

'Animais Fantásticos': novo filme explorará a vida do mago Dumbledore

Somália realiza primeira sessão de cinema após 30 anos
Cinema

Somália realiza primeira sessão de cinema após 30 anos