Leilão

Bala de arma que matou John Lennon vai a leilão na Inglaterra

Artefato pertencia a ex-policial

John LennonJohn Lennon - Foto: Divulgação

Uma bala disparada pela arma que matou John Lennon irá a leilão nos próximos dias em Newcastle, na Inglaterra, informa a BBC.

O macabro artefato pertencia a um policial britânico de nome Brian Taylor. Durante visita ao Departamento de Polícia de Nova York, anos atrás, ele foi autorizado a disparar o revólver calibre 38 usado por Mark Chapman para matar o Beatle em dezembro de 1980. Após o disparo, os policiais americanos permitiram que Taylor ficasse com a bala.

O presente foi uma forma da política de NY pedir desculpas a Taylor. Acompanhado de jovens britânicos que sonhavam em se tornar policiais, ele acabou em meio a um tiroteio enquanto passeava em um carro da política americana.

Agora, com a morte de Brain Taylor, sua família decidiu leiloar o item através da casa de leilões Anderson & Garland. O leilão irá acontecer na próxima quinta-feira, 29. Pelo caráter inusitado do artefato, a casa de leilões não sabe quanto irá conseguir arrecadar com o item.

— É um daqueles lotes um pouco macabros que você vê de vez em quando e que chama a atenção de todos. Há uma base de fãs dos Beatles que é fanática e um mercado para praticamente qualquer coisa dos Beatles — disse Fred Wyrley-Birch, diretor da Anderson & Garland, à rede BBC. — Muito raramente você consegue algo tão incomum e único, é difícil saber quanto vale e se há mercado para isso ou não. É uma peça realmente interessante da memorabilia dos Beatles que provavelmente não pode ser replicada.

Veja também

Salman Rushdie relembra atentado em primeira entrevista à televisão
ESCRITOR

Salman Rushdie relembra atentado em primeira entrevista à televisão

Giovanna Ewbank e Bruno Gagliasso comemoram indiciamento de mulher filmada fazendo ofensas racistas
DECLARAÇÃO

Giovanna Ewbank e Bruno Gagliasso comemoram indiciamento de mulher filmada fazendo ofensas racistas

Newsletter