Música

Banda de Pau e Corda ganha compilação digital dos primeiros LP's da carreira

Para o meio digital, grupo resgata gravações como “Arruar” (1978) e “Frevo” (1979)

Banda de Pau e CordaBanda de Pau e Corda - Foto: Estúdio Orra/Divulgação

A Banda de Pau e Corda passa a ter parte do seu acervo de LP’s “guardados” no universo digital, com a disponibilização de pelo menos nove álbuns de um dos grupos mais tradicionais e regentes da música popular do Nordeste e da poesia afeita ao trabalho do sexteto formado por Sérgio Andrade, Sérgio Eduardo, Julio Rangel, Zé Freire, Yko Brasil e Alexandre Baros.

Lançados digitalmente pela Sony Music, a coletânea traz “Assim... Amém” (1976), “Arruar” (1978) e “Frevo” (1979) entre as novidades que passam a integrar as plataformas de música .“Já num clima de intimidade com a RCA, nossa gravadora na época, gravamos ‘Redenção’, que nos trouxe grande alegria. É nele que está a gravação original de ‘Flor D’água’ (Waltinho/Roberto Andrade), nosso principal sucesso. Com essa música rodamos todo o Brasil”, descreve a banda em seu perfil no Instagram, sobre outro disco, de 1974, que também está à disposição dos fãs, assim como “Vivência” (1973), disco de estreia da banda.


 
Conhecido também como “Pelas Ruas do Recife”, o LP “Frevo” é descrito pelo grupo na mesma rede social como “um disco totalmente dedicado ao mais pernambucano dos ritmos”. E do álbum “Nossa Dança” (1981), a participação de  Dominguinhos em duas faixas “Trens Madrugueiros” e “Relampejando”, são destaques desta compilação que reúne ainda “Coisa da Gente” (1982) e duas coletâneas “Linha 3 - Disco de Ouro” (1981) e “Acervo” (1990). Em breve, a banda deve chegar com boas novas de mais um trabalho para compor a vasta discografia.

Veja também

Show de Ney Matogrosso no Recife é adiado para outubro
Show

Show de Ney Matogrosso no Recife é adiado para outubro

Após indicação ao paredão, Thaís afirma: 'Não sou baba-ovo de Líder'
BBB 21

Após indicação ao paredão, Thaís afirma: 'Não sou baba-ovo de Líder'