Cultura+

Banda Sinfônica de SP será extinta

Além dos músicos da banda, alguns integrantes das orquestras Jazz Sinfônica e do Theatro São Pedro também serão demitidos, somando mais de cem cortes

A Banda Sinfônica do Estado de São Paulo será extinta, confirmou à reportagem o maestro Marcos Sadao.

De acordo com ele, a Secretaria da Cultura já teria repassado ao Instituto Pensarte, organização social responsável pela gestão do grupo, verba para concretizar as demissões, que podem "ocorrer a qualquer momento".

O fim da banda já era cogitado desde o ano passado. O grupo recebeu a aprovação de uma emenda aglutinativa que garantiria o repasse de R$ 5 milhões à Secretaria da Cultura com a finalidade da manutenção do grupo. Mas a medida não evitou a extinção do grupo.

Além dos músicos da banda, alguns integrantes das orquestras Jazz Sinfônica e do Theatro São Pedro também serão demitidos, somando mais de cem cortes.

A reportagem tentou contato com o Instituto Pensarte, mas ainda não obteve resposta.

Os músicos planejam uma manifestação na av. Paulista no domingo (5) e uma audiência pública na Assembleia Legislativa na terça (7).

"Está difícil, mas vamos lutar até o fim. A Banda não pode interromper sua história dessa maneira, será uma perda muito grande para a nossa cultura", diz Sadao.

Veja também

Elba Ramalho reclama de gritos contra Bolsonaro em show: "Isso não é um comício"
Manifestação Política

Elba Ramalho reclama de gritos contra Bolsonaro em show: "Isso não é um comício"

Vaquinha virtual busca apoio ao percussionista Airto Moreira, debilitado por uma pneumonia
Músico

Vaquinha virtual busca apoio ao percussionista Airto Moreira, debilitado por uma pneumonia