Cinema

Batman: O Cavaleiro das Trevas

Será o melhor filme de herói do século XXI?

Foto: Divulgação

"Batman: O Cavaleiro das Trevas" é dirigido por Christopher Nolan e com Christian Bale no papel do herói. O filme é o segundo da trilogia, conhecida como Trilogia Nolan, e tem um aprofundamento nas conhecidas famílias mafiosas de Gotham.

O que atribui principalmente o titulo de melhor filme de herói deste século é o tom realista, mesmo que em um universo de homens voadores e monstros apocalípticos. 

O vilão do filme, Coringa, deixa de ser apresentado como um palhaço ganancioso que vê o Batman como um empecilho e se torna um agente da máfia, que é contratado para matar o Morcego, mas mina a organização criminosa para assumir o controle.

Dificilmente aparece mais de um vilão em um filme do gênero, mas neste aparece três já conhecidos pelos fãs dos quadrinhos. O já citado Coringa, o Espantalho e o Duas-Caras.

A relação criada entre a aparição de cada um deles, demonstra como a corrupção está entranhada nas estruturas de Gotham. O mais importante no filme é o desenvolvimento do Bruce Wayne, o alter ego do Batman. A sua grande paixão de infância está muito próxima do promotor de justiça Harvey Dent e ele precisa descobrir se ele é parte da estrutura corrupta ou um símbolo de esperança.

O filme tem nomes de peso do lado dos mocinhos: O comissário de policia Jim Gordon é interpretado por Gary Oldman. O famoso mordomo do Bruce, Alfred, é interpretado por Michael Caine. O homem que desenvolve todos os aparatos para o herói, Lucius Fox, é interpretado por Morgan Freeman.

Do lado dos vilões, teve um nome que marcou uma geração: Heath Ledger cometeu suicídio antes que o filme fosse lançado. A sua atuação como Coringa é uma base para qualquer outra interpretação do icônico vilão.

O Cavaleiro das Trevas conta com uma sequência chamada O Cavaleiros das Trevas Ressurge e a trilogia está disponível na Netflix.

Veja também

Bárbara Paz retrata em 'Babenco' o artista e o homem na intimidade
cinema

Bárbara Paz retrata em 'Babenco' o artista e o homem na intimidade

Cida Pedrosa vence nas categorias Livro do Ano e Poesia no Prêmio Jabuti 2020
Literatura

Cida Pedrosa vence nas categorias Livro do Ano e Poesia no Prêmio Jabuti 2020