Beatles sob um viés social

Musical une os projetos sociais do Afroreggae e do Afrocirco com a banda cover All You Need Is Love

Um Pequeno Favor Um Pequeno Favor  - Foto: Divulgação

 

A cidade inglesa de Liverpool nos anos de 1960 ainda sofria as consequências financeiras e culturais da II Guerra Mundial, quando os Beatles se formaram. Filhos da classe operária, os quatro rapazes mudaram a história da música pop mundial ao explorar ritmos de segmentos sociais oprimidos, usando as letras para abordar política e comportamento de maneira libertária. O sucesso do quarteto abriu o precedente para a entrada de várias manifestações culturais marginalizadas, como o reggae que ganhou o mundo anos mais tarde, dando voz às causas dos excluídos e se tornando referência na luta de resistência social.
Buscando propor um diálogo mais íntimo entre essas duas expressões musicais conceitualmente próximas, o produtor Carlos Branco idealizou o musical “Beatles na Favela”, que une o grupo cover All You Need Is Love, a orquestra AfroReggae e o Afrocirco. O espetáculo che­ga ao Teatro Guararapes esta noite, às 21h, e apresenta os maiores sucessos dos FabFour encenados pela coreografia do moradores das comunidades de Cantagalo e Vigário Geral. “A companhia tem esse trabalho social de tirar aquele menino que vive sem expectativas e potencializar o seu talento para ganhar o mundo. Esse projeto é uma grande vitrine para entender a instituição”, explicou Alexandre Jaspion, que é diretor artístico do Afrocirco e interpreta o Sargento Pimenta no show.
Apesar de ser apresentado como “musical”, o espetáculo não narra um história, nem segue ordem cronológica, mas ilustra algumas passagens do universo criativo dos Beatles. O repertório passa por canções como “All You Need Is Love”, “Yellow Submarine”, “Let it Be” e até mesmo “Imagine”, da carreira solo de John Lennon. “É uma celebração. A ideia é passar as músicas como um videoclipe ao vivo com uma leitura bem simples, acessível para todos os públicos”, explica ele, ao esclarecer que seria o mesmo casamento proposto pelo Cirque Du Soleil, que já fez um espetáculo sobre a obra do quarteto (“Love”), só que em “versão tupiniquim”.
A direção do espetáculo é de Rafael Carriço e Cláudia Martins, que são fundadores do grupo de dança contempo­rânea português Vórtice. Conhecida pela sua versatilidade, a orquestra Afroreggae se­rá regida pelo maestro Má­rio Lúcio, que deve apresentar arranjos de vários estilos. Porém, vale destacar que a orquestra só participa em algumas músicas. Quem garantirá todo o repertório será a All You Need Is Love, que é uma das principais bandas cover dos Beatles no Brasil.

 

Veja também

Nego do Borel sofre acidente de moto e vai parar no hospital
famosos

Nego do Borel sofre acidente de moto e vai parar no hospital

Thiago Martins critica aglomerações e dias depois dá festa em novo apartamento
celebridades

Thiago Martins critica aglomerações e dias depois dá festa em novo apartamento