Bruna Marquezine fora da zona de conforto

No ar, na série “Nada Será Como Antes”, atriz fala das dificuldades de interpretar um papel sensual

Academia da BerlindaAcademia da Berlinda - Foto: Yuri Rabid / Divulgação

Aos 21 anos, Bruna Marquezine pode quase ser considerada uma veterana na tevê. A atriz, que interpreta a sensual Beatriz de ‘’Nada Será Como Antes’’ - série que vai ao ar nas terças-feiras -, estreou em ‘’Gente Inocente’’, em 2002, e ganhou notoriedade quando deu vida à sensível Salete de ‘’Mulheres Apaixonadas’’, ainda aos sete anos.

De lá para cá, ela quase não teve descanso na grade da Globo. Foram anos perfilando mocinhas e tipos mais doces. Hoje, mesmo já tendo atuado em papéis mais maduros – como em ‘’Salve Jorge’’, ‘’Em Família’’ e ‘’I Love Paraisópolis’’ -, Bruna se espanta ao se ver como o ‘’mulherão’’ da trama de Guel Arraes e Jorge Furtado. “‘Assusta um pouco porque o público nunca me viu dessa forma e eu também nunca me vi’’, define.

A atriz garante que enxerga a importância desse trabalho, mas afirma que não quer classificá-lo como um divisor de águas na sua carreira. ‘’Acho que o ofício do ator é contínuo. Cresci e meus trabalhos vão acompanhar. O principal desse projeto é que saio um pouco da zona de conforto de mocinha’’, diz, com ar de maturidade.

Em ‘’Nada Será Como Antes’’, Beatriz é filha de uma empregada doméstica do interior que vai para a cidade grande atrás de uma oportunidade de emprego. ‘’Ela é uma mulher forte, espontânea, à frente do seu tempo. Ela prioriza a diversão e o prazer’’, define. 

Ambientada na década de 1950, a trama conta o início da história da tevê no Brasil.

Depois de conseguir um emprego como dançarina e cantora na boate, Beatriz começa a namorar com Otaviano, papel de Daniel de Oliveira. Sócio da fictícia TV Guanabara, ele promove a namorada ao posto de grande atriz. ‘’Além de toda a carga dramática da série, poder ver como tudo começou na minha profissão foi enriquecedor’’, celebra.

E, para completar, a personagem ainda tem um relacionamento homoafetivo com Júlia, interpretada por Letícia Colin, irmã de Otaviano. ‘’É tudo muito delicado e as cenas ficam todas implícitas. Existe muita sensualidade, mas é tudo sugerido’’, conta. Bruna e Letícia chegaram a gravar um beijo entre as personagens, que não irá ao ar. ‘’Mas, de forma nenhuma, seria um problema para mim’’, completa.

 

Veja também

Paula Fernandes testa positivo para Covid-19, mas está assintomática
Música

Paula Fernandes testa positivo para Covid-19, mas está assintomática

Após dica de carro de som, Mirella diz que vai se afastar de Biel em A Fazenda 12
Televisão

Após dica de carro de som, Mirella diz que vai se afastar de Biel em A Fazenda 12