Caboclinho pernambucano recebe título de Patrimônio Cultural do Brasil

Aprovação é uma resposta ao pedido de tombamento feito pelo ex-governador Eduardo Campos

Performance dos caboclinhos ocorre geralmente nas ruas com indumentária específicaPerformance dos caboclinhos ocorre geralmente nas ruas com indumentária específica - Foto: Leo Motta/Folha de Pernambuco

Aprovado com unanimidade pelo Conselho Consultivo do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), o Caboclinho recebeu hoje o título de Patrimônio Cultural Imaterial do Brasil. A aprovação é uma resposta ao pedido de tombamento feito pelo ex-governador Eduardo Campos, que enviou a solicitação em 2013, incluindo também o Maracatu Nação, Maracatu de Baque Solto e Cavalo-Marinho, que já receberam o mesmo título em dezembro de 2014.

Com a origem ligada à tradição da Jurema, o Caboclinho mistura dança, música e espiritualidade, trazendo a tona vários elementos das culturas indígenas e dos negros escravizados. Embora sua atividade se estenda por estados como Alagoas, Paraíba e Rio Grande do Norte, a sua prática se concentra nas regiões Agreste e da Mata Norte de Pernambuco, sendo o Carnaval do Estado o principal palco para o brinquedo.

Veja também

'Fazer o certo requer coragem', diz Dani Calabresa sobre acusações contra Marcius Melhem
Assédio

'Fazer o certo requer coragem', diz Dani Calabresa sobre acusações contra Marcius Melhem

Mais de 40 filmes de terror nacionais são exibidos em mostra online
Cinema

Mais de 40 filmes de terror nacionais são exibidos em mostra online