Cultura

Cachês de shows da Virada Cultural custarão quase R$ 20 milhões aos cofres da prefeitura de SP

Administração municipal contratou 241 artistas; R$ 550 mil é o valor mais alto que será pago por uma apresentação

Cantor LeonardoCantor Leonardo - Foto: Divulgação

A Prefeitura de São Paulo vai desembolsar quase R$ 20 milhões com o cachê dos artistas que se apresentarão na Virada Cultural, marcada para ocorrer no fim de semana na capital paulista. Serão mais de 100 shows em 22 palcos distribuídos por 12 regiões da capital paulista.
 

O Globo identificou no Diário Oficial da Cidade as contratações de 241 artistas que farão apresentações musicais no festival. Desse grupo, o sertanejo Leonardo é o que receberá o maior pagamento: serão desembolsados R$ 550 mil para que o cantor suba ao palco Arena Campo Limpo (na Zona Sul), às 17h de domingo (19).

O segundo do ranking é o baiano Leo Santana, cujo cachê foi fixado em R$ 500 mil. O cantor tocará no palco Anhangabaú, na região central, onde também se apresentarão outras duas artistas que estão no top 10 dos mais bem pagos: Pabllo Vittar (R$ 357 mil) e Joelma (R$ 300 mil).

Veja também

Fernanda Paes Leme sente culpa na maternidade e desabafa: "Arrasada"
Fernanda Paes

Fernanda Paes Leme sente culpa na maternidade e desabafa: "Arrasada"

"Rei dos paparazzi" acusa Gérard Depardieu de agressão
Gérard Depardieu

"Rei dos paparazzi" acusa Gérard Depardieu de agressão

Newsletter