Cantor australiano Nick Cave diz 'ele não' em show no Brasil

Inicialmente, Cave apenas pediu que uma das suas canções, 'Into My Arms', fosse cantada em coro como uma 'oração para o Brasil'

Cantor australiano Nick Cave é mais um artista internacional a dizer "ele não"Cantor australiano Nick Cave é mais um artista internacional a dizer "ele não" - Foto: Nick Cave Management office at ATC / London

Em passagem pelo Brasil, o cantor australiano Nick Cave é mais um artista internacional a dizer "ele não", contra a eleição do presidenciável Jair Bolsonaro (PSL). Cave se apresentou em São Paulo neste domingo (14) com sua banda, The Bad Seeds. O cantor, que foi casado com uma brasileira, morou na capital paulista entre 1990 e 1993.

Antes da apresentação, em coletiva de imprensa, chegou a alfinetar o músico Roger Waters por tentar 'resolver o mundo' -o ex-Pink Floyd também fez campanha contra Bolsonaro em seus shows, e chegou a ser vaiado pela plateia. Cave já foi criticado por Waters por ter se apresentado em Israel ano passado.

Leia também:
Show de Roger Waters em Brasília vira disputa entre 'ele não' e 'ele sim'
Roger Waters exibe 'Ele Não' e coloca Bolsonaro entre neofascistas

No entanto, na apresentação de Nick Cave em São Paulo, a plateia pediu diversas vezes, durante os intervalos das músicas, para que o cantor se posicionasse contra Bolsonaro e dissesse "ele não".

Inicialmente, Cave apenas pediu que uma das suas canções, Into My Arms, fosse cantada em coro como uma "oração para o Brasil". O público continuou insistindo. Mais tarde, num momento do show em que ele sobe em um pulpito em meio à plateia, voltou a dizer que "precisamos orar pelo Brasil". Deu o microfone a uma garota do público, que gritou: "Ele não." Cave acrescentou: "De fato." Nesse momento, algumas pessoas gritaram "ele sim" e Cave rebateu: "ele não."

Veja também

Companhia Mákara de Teatro apresenta nova peça
Teatro

Companhia Mákara de Teatro apresenta nova peça

'Edifício Gagarine' é tratado poético sobre pertencimento e vida em comunidade
Cinema

'Edifício Gagarine' é tratado poético sobre pertencimento e vida em comunidade