Cultura+

Capacetes Brancos sírios não comparecerão ao Oscar

Dirigido por Orlando von Einsiedel, foi indicado ao Oscar na categoria documentário curta-metragem

Curta-metragem White HelmetsCurta-metragem White Helmets - Foto: Divulgação

Os Capacetes Brancos sírios, que atuam em resgates nas zonas rebeldes da Síria, não estarão presentes finalmente na cerimônia do Oscar, após a intensificação dos bombardeios no país.

"The White Helmets" (Os Capacetes Brancos), dirigido por Orlando von Einsiedel, foi indicado ao Oscar na categoria documentário curta-metragem.

Raed Saleh, líder do grupo, e Khaled Khatib, socorrista que filmou várias cenas de resgate que provocaram comoção em todo o mundo, deveriam comparecer a Los Angeles para prestigiar a produção.

"Não vou por causa da pressão do trabalho, com a intensificação dos bombardeios do regime nas províncias de Damasco, Deraa e Homs", afirmou Saleh por telefone à AFP.

Khaled Khatib, que está em Istambul, escreveu no Twitter: "Recebi um visto americano, mas não vou comparecer ao Oscar por causa da intensidade do trabalho. Nossa prioridade é ajudar nosso povo".

Desde sua criação em 2013, o corpo de voluntários tem mais de 3.000 membros e afirma que salvou mais de 78.000 vidas. O nome procede dos capacetes brancos utilizado por seus integrantes.

Veja também

João Gomes atrai multidão em show realizado no Marco Zero do Recife
Gravação de DVD

João Gomes atrai multidão em show realizado no Marco Zero do Recife com participações especiais

Rapper americano A$AP Rocky se declara inocente de agressão com arma de fogo
EUA

Rapper americano A$AP Rocky se declara inocente de agressão com arma de fogo