Política

Capítulos do livro "Provocações da Memória" narram luta política de Egídio Ferreira Lima

Ângelo Castelo Branco entrevistou o ex-parlamentar, que faleceu no último sábado (16)

Egídio Ferreira LimaEgídio Ferreira Lima - Foto: Reprodução

A política brasileira perdeu, no último sábado (16), o ex-deputado federal e estadual Egídio Ferreira Lima, aos 92 anos. Considerado um dos grandes nomes na luta pela redemocratização no País, o pernambucano é personagem do livro “Provocações da Memória” (Editora Bagaço), do jornalista Ângelo Castelo Branco, publicado em 2009.

A obra resgata, através de episódios narrados pelo autor, a memória social e política de quem viveu de perto os anos seguintes ao golpe militar de 1964. “Dentro desse cenário de supressão de garantias individuais, eu comecei a trabalhar em jornais. No livro, conto algumas histórias que julgo interessantes e uma figura que, com certeza, foi muito importante para esse momento político foi a de Egídio”, aponta o escritor.

Ângelo dedica mais de um capítulo do livro para falar sobre a trajetória pessoal e profissional de Egídio. Sua infância, seus estudos e sua atuação no campo político são descritos com riqueza de detalhes na publicação. Tanto que o próprio autor admite ter transformado a obra em uma espécie de minibiografia do ex-parlamentar. Momentos de tensão estão presentes na obra, como quando o pernambucano teve seu mandato de deputado estadual cassado, em 1969, ou nas várias ameaças de morte recebidas por ele em plena ditadura militar. 

Para a construção do texto sobre o político, o jornalista encontrou com ele diversas vezes em seu apartamento, em Piedade, Jaboatão dos Guararapes. As entrevistas só consolidaram a opinião que Ângelo tinha sobre o político. 

“Egídio era um homem que transmitia convicções e as mantinha com muita nitidez. Ele era um democrata, levava a política como um assunto muito sério e não a exercia como instrumento para obter vantagem pessoal. Nas muitas conversas que nós tivemos, eu percebia isso muito claramente”, relembra o escritor, que aprova a ideia de que uma biografia completa do ex-deputado seja publicada. 

Veja também

Quadrinho de X-Men de 1975 é vendido por quase R$ 1 milhão em leilão
GIBI

Quadrinho de X-Men de 1975 é vendido por quase R$ 1 milhão em leilão

Com 'Tortured Poets', Taylor Swift quebra recorde na Billboard que era de Whitney Houston
MÚSICA

Com 'Tortured Poets', Taylor Swift quebra recorde na Billboard que era de Whitney Houston

Newsletter