literatura

carlos gomes oliveira lança novo livro "nunca é triste um corpo que fala eu te amo"

O lançamento acontece na Casa Astral, no Poço da Panela, a partir das 16h, e contará com apresentação musical do autor e convidados

carlos gomes oliveira é poeta, músico e pesquisadorcarlos gomes oliveira é poeta, músico e pesquisador - Foto: Nathalia Tenório/Divulgação

O poeta, músico e pesquisador carlos gomes oliveira (grafia em minúsculas adotada pelo autor) lança, neste domingo (3), seu novo livro, "nunca é triste um corpo que fala eu te amo", a partir das 16h, na Casa Astral, Poço da Panela, Zona Norte do Recife. A publicação tem patrocínio do SIC (Sistema de Incentivo à Cultura) Recife e integra a coleção "Lança-chamas", da Edições Flecha.

No lançamento, também haverá uma apresentação musical, com o autor na voz e violão, acompanhado de Maju Cavalcanti (voz), Thalita Medeiros (voz), Hugo Linns (viola dinâmica) e Victoria Duarte (baixo e violino). No repertório, canções do disco "teu nome vem de longe", também de carlos, que será lançado em 2024. O lançamento também contará com o intérprete de Libras Anderson Andrade.

Sobre o livro
"nunca é triste um corpo que fala eu te amo" traz 57 poemas escritos entre 2020 e 2023, em que a escrita poética flerta com outras formas de expressão, como a música, a prosa e a oralidade. A casa, o corpo, as relações familiares, o amor e a complexa dança entre morte e vida são alguns dos temas que alimentam a obra, que conta com exatos cinquenta e sete poemas. 

Capa do livro "nunca é triste um corpo que fala eu te amo" | Imagem: Reprodução

“A relação da matéria enquanto linguagem veio junto com a obra de Nuno Ramos, que estudo no doutorado em Letras, da UFPE, desde 2019. Daí fiquei imaginando a relação entre tecido e texto, texto e têxtil, e comecei a escrever ‘poemas em prosa’, experimentando formatos, também versos muito curtos, e sempre tendo a oralidade como força ou, pelo menos, como chão desses poemas”, diz carlos. 

A prosa de Guimarães Rosa, Elena Ferrante e Clarice Lispector e a escrita das portuguesas Matilde Campilho e Adília Lopes também são referências para carlos e influenciam o trabalho que deságua em seu livro.

Colaborativo
Vários poemas do livro surgiram a partir de um exercício colaborativo que carlos manteve com as poetas Maju Cavalcanti e Isabel Guedes.

“Todos os dias a gente mandava fotografias com palavras destacadas, ou imagens mesmo, e a partir delas cada um ia construindo poemas; muitos dos poemas desse livro nasceram desse exercício. Eu escrevi muito nesse período, mas não conseguia ainda enxergar um livro, até que fiz um movimento para editar uma amostra, e nessa edição comecei a vislumbrar um novo livro”, conta carlos. 

A produção do livro contou com a arquiteta, artista visual e bordadeira Clara Nogueira, responsável pelos bordados na capa e nas ilustrações internas do livro, construindo uma espécie de mapa ou cartografia para dentro do livro. 

A designer Nathalia Queiroz ficou responsável pelo projeto gráfico e pela diagramação da publicação. O livro tem o vermelho e o azul como cores-chave do projeto.

O livro tem posfácio escrito pela poeta e professora Renata Pimentel e orelha assinada pela cantora Agda.

Julya Vasconcelos e Priscilla Campos assinam, respectivamente, o preparo de texto e a revisão do livro, que sai pela editora pernambucana Edições Flecha.

SERVIÇO
Lançamento do livro “nunca é triste um corpo que fala eu te amo”, de carlos gomes oliveira
Quando: domingo (03), às 16h.
Onde: Casa Astral | Rua Joaquim Xavier De Andrade, 104, Poço da Panela - Recife/PE
Entrada gratuita
Preço do livro: R$30
 

Veja também

Natiruts anuncia fim da banda e turnê de despedida; show no Recife acontece em julho
MÚSICA

Natiruts anuncia fim da banda e turnê de despedida; show no Recife acontece em julho

PlayStation libera opção de login utilizando chaves de acesso; saiba como configurar
JOGOS

PlayStation libera opção de login utilizando chaves de acesso; saiba como configurar