Carol Nakamura respira novos ares na TV

Conhecida por sua passagem no “Domingão do Faustão”, atriz comemora sua estreia nas novelas

Marilia Arraes é pré-candidata ao Governo do EstadoMarilia Arraes é pré-candidata ao Governo do Estado - Foto: Bruno Campos/Divulgação

Aos 33 anos, Carol Nakamura sentia que já estava na hora de engrenar novos caminhos em sua trajetória profissional. Após 12 anos no “Domingão do Faustão”, onde ganhou repercussão no balé e como assistente de palco, a atriz tomou coragem para investir de vez na atuação. Ao descobrir os testes de elenco para o núcleo japonês de “Sol Nascente”, ligou para a produtora Frida Richter e pediu para participar das seleções. Até conquistar o papel da introspectiva Hirô, passou por três seleções diferentes. O fato de a equipe da novela buscar profissionais com biotipo específico motivou a atriz a encarar as audições. “Não via muitas orientais na tevê. Quando soube de um teste com o meu perfil, não pensei duas vezes. Sempre quis trabalhar como atriz, mas as portas da apresentação se abriram e deixei esse sonho um pouco de lado”, explica ela, que pediu autorização para a equipe do “Domingão do Faustão”, antes de realizar os testes.

Antes da televisão, Carol deu início à carreira profissional como bailarina com formação em balé clássico. A participação no elenco do musical argentino “A Bela e A Fera”, da Disney, acabou rendendo um convite para integrar o time de dançarinas da produção comandada por Fausto Silva. Agora, com as atenções voltadas para a atuação, Carol pretende deixar a dança momentaneamente em segundo plano. “A dança nunca vai sair de mim. Muita coisa que conquistei foi através da dança. Mas, agora, estou em outra fase da minha vida. Nessa área, há muitas vertentes, como teatro musical, por exemplo”, planeja.
Na história de Walther Negrão, Suzana Pires e Júlio Fischer, Hirô é uma jovem nascida no Japão que se mudou para o Brasil muito nova. Bastante ligada às tradições do país de origem, ela sonha em se casar com um pretendente japonês. Ciumenta, a personagem sente inveja da prima Alice, interpretada por Giovanna Antonelli. Além disso, ela vive desprezando as sucessivas investidas do tatuador Ralf, de Henri Castelli. “Ela se sente um peixe fora d’ água e acredita que sua felicidade está apenas no Japão. O maior sonho dela é casar seguindo todas as tradições. Ela não se encaixa na própria época’’, afirma.

Veja também

Atriz do filme 'Rebecca', da Netflix, teve ataques de pânico após fim das gravações
Streaming

Atriz do filme 'Rebecca', da Netflix, teve ataques de pânico após fim das gravações

De look novo, Andressa Urach adota postura liberal e critica evangélicos
Celebridades

De look novo, Andressa Urach adota postura liberal e critica evangélicos