Cepe lança livro póstumo de Marcus Accioly

'Don Juan-Don Giovanni,peça em dez jornadas' , obra póstuma do poeta Marcus Accioly levou uma década para ser produzido. O lançamento ocorre nesta quarta-feira (12), na sede da Academia Pernambucana de Letras

Além de 'Don Juan-Don Giovanni', Marcus Accioly tem outros 25 livros inéditosAlém de 'Don Juan-Don Giovanni', Marcus Accioly tem outros 25 livros inéditos - Foto: Divulgação

"O Don Juan que eu imaginava , e que em mim viveu durante os anos, seria o meu último livro", escreveu o poeta Marcus Accioly na introdução que abre a obra póstuma que a Companhia Editora de Pernambuco (Cepe) está lançando nesta quarta-feira (12), na sede da Academia Pernambucana de Letras.

Considerado uma das mais importantes vozes da poesia nordestina contemporânea, e falecido em outubro de 2017, Accioly levou cerca de uma década para produzir "Don Juan-Don Giovanni, peça em dez jornadas". "Eu não queria começar um livro que devesse terminar, porém um livro que me terminasse: a reticência do final da vida", afirmou ainda o poeta, na mesma introdução. À esposa, Glória , ele dedicou a obra e confessou que este seria o livro de sua vida.

Leia também:
Poeta Marcus Accioly, da APL, morre aos 74 anos
Marcus Accioly, um marco da poesia regional contemporânea


Descrito pelo também poeta Carlos Nejar como "coletivo, intenso, inventivo e visceral", o livro de Marcus Accioly é voltado para o teatro e está organizado na forma de versos que mesclam a comédia e a tragédia, o real e o sobrenatural, o presente e o passado, o amor e a solidão.

Nas dez "jornadas" que dividem o texto, Don Juan é ameaçado por um fantasma do passado e demonstra seu medo da Morte, ao mesmo tempo em que se sente atraído por ela, pelo fato de ser feminina. "Marcus sempre disse que quem conhece um homem, conhece todos. Já as mulheres, são diferentes entre si", sorri Glória.

É curioso que entre as dezenas de mulheres conquistadas pelo Don Juan criado por Accioly, nenhuma leve seu nome. "O texto não é autobiográfico, às vezes as pessoas buscam isso diante de uma produção literária, mas é um grande exercício de ficção", alerta ela. E é comovente o fato de que, para além de uma despedida e um reencontro, o livro reafirme o amor que eles partilharam por 14 anos.

Guardiã do trabalho do marido, Glória Accioly conta que ele deixou 25 livros inéditos prontos. "Era muito produtivo, escrevia diariamente das 5h da manhã até a noite", relembra. Infelizmente, grande parte da obra do poeta está esgotada nas editoras, motivo pelo qual é tão importante que "Don Juan" esteja em circulação. "É algo que vai contribuir para a formação de novos leitores. Na sequência, queremos relançar alguns livros e trazer à luz os inéditos", adianta ela.

Durante a cerimônia de lançamento de "Don Juan", os poetas Alexei Bueno e Carlos Carpinejar, bem como o editor da Cepe, Wellington de Melo, vão falar sobre a obra e a trajetória do poeta pernambucano, que também trabalhou como professor no curso de Letras da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE).

Marcus Accioly, falecido em 2017, integrou a Geração 1965 e o Movimento Armorial

Marcus Accioly, falecido em 2017, integrou a Geração 1965 e o Movimento Armorial - Crédito: Beto Figueiroa/Divulgação

Marcus Accioly nasceu em 1943, no município de Aliança; fez parte da chamada Geração 1965 e do Movimento Armorial, junto com Ariano Suassuna. Seus poemas foram traduzidos para várias línguas e musicados por Capiba, Arnaud Mattoso e Cussy de Almeida, entre outros nomes de peso. Aqueles que adquirirem o livro durante o evento irão receber gratuitamente exemplares de um álbum com 13 poemas ilustrados pelo artista José de Moura. 

 

Serviço:

Lançamento de "Don Juan-Don Giovanni, peça em dez jornadas"
Editora: Cepe, 326 páginas
Preço médio: R$ 40 (livro físico) e R$ 12 (digital)
Quando: quarta, 12 de dezembro, às 19h
Onde: Academia Pernambucana de Letras, av. Rui Barbosa, 1596 - Graças

Veja também

Mercado de música dá indícios de retomada e realiza feira virtual
Música

Mercado de música dá indícios de retomada e realiza feira virtual

Vacina deve provocar maratona de concursos de beleza, dizem missólogos
Covid-19

Vacina deve provocar maratona de concursos de beleza, dizem missólogos