Chris Martin, do Coldplay, diz que era homofóbico na adolescência e tinha medo de ser gay

Em entrevista à revista Rolling Stone, contou mais sobre os pensamentos errados que tinha na ocasião

Chris Martin, vocalista do ColdplayChris Martin, vocalista do Coldplay - Foto: Reprodução / Instagram

Vocalista do Coldplay, o cantor inglês Chris Martin, 42, revelou que na época da escola ele era homofóbico. Em entrevista à revista Rolling Stone, contou mais sobre os pensamentos errados que tinha na ocasião.

"Quando fui para o internado, eu era muito homofóbico, porque pensava: 'se eu for gay, estou completamente fodido por toda a eternidade'. Eu era um garoto descobrindo a sexualidade", contou ele.

Com a convivência apenas com meninos no internato, ele lembra que a questão da sexualidade tirava o seu sono. Tanto que Martin acabou despertando medo pela possibilidade de um dia gostar de outros garotos. Em um momento, ele começou a ser chamado de gay na escola.

Leia também:
Ex-One Direction, Harry Styles anuncia 2 shows no Brasil em 2020
Maroon 5 faz show no Recife em março do próximo ano


"Isso foi estranho para mim, por um tempo. Comecei a me preocupar com isso, com certeza. Aos 15 anos, não sei o que houve. Eu pensei: 'e daí se eu for?'. E passou. Foi muito interessante quando eu pensei: 'e daí se for gay?'", comenta.

Chris Martin foi casado até 2016 com a atriz Gwyneth Paltrow e é pai de dois filhos.

Veja também

Marília Parente volta aos palcos em show com banda no RecifeMúsica

Marília Parente volta aos palcos em show com banda no Recife

Fundaj celebra 'As 7 vidas de Edson Nery da Fonseca'Homenagem

Fundaj celebra 'As 7 vidas de Edson Nery da Fonseca'