Cinema pernambucano estará no Festival de Berlim em 2019

'Estou me Guardando para Quando o Carnaval Chegar', de Marcelo Gomes, participará da mostra Panorama, junto com 'Greta', do cearense Armando Praça, ambos realizados pela produtora pernambucana Carnaval Filmes

Cena do documentário 'Estou me Guardando para Quando o Carnaval Chegar'Cena do documentário 'Estou me Guardando para Quando o Carnaval Chegar' - Foto: Carnaval Filmes/Divulgação

O sotaque nordestino chega, mais uma vez, a um dos festivais mais importantes do universo cinematográfico, o Festival de Berlim, na Alemanha, com dois filmes selecionados para a mostra Panorama. “Estou me Guardando para Quando o Carnaval Chegar”, do diretor pernambucano Marcelo Gomes e “Greta”, do cearense Armando Praça, foram feitos pela produtora Carnaval Filmes, também de Pernambuco, que traz à frente João Vieira Jr. e Nara Aragão. A Berlinale, como também é conhecido o festival, terá sua 69ª edição entre os dias 7 e 17 de fevereiro.

“É sempre uma alegria estar em um festival em que outros milhares de filmes se inscrevem. Levar para Berlim a realidade de um capitalismo, uma industrialização pesada, em meio a uma cidade do Agreste como Toritama e num momento de reflexão para todos nós, aliás, para o mundo inteiro, é muito satisfatório”, ressaltou Marcelo, em entrevista à Folha de Pernambuco.

Veterano em dialogar, ao mesmo tempo, com temáticas locais e globais, Marcelo Gomes construiu uma estética própria para o ‘seu cinema’, que sempre acaba ultrapassando as fronteiras regionais. “Quando decidi fazer o filme e passei por Toritama, enxerguei ali um microcosmo de algo que está acontecendo no mundo. O filme é um resgate de minha memória do que era aquela cidade no meio do Agreste pernambucano e o que se tornou, com uma urgência de produção industrial, sem questionamento do tempo que falta a cada trabalhador para viver, inclusive”, questiona o diretor.

Leia também:
Brasil está fora da corrida do Oscar de melhor filme estrangeiro
Filme mostra ligação de Bethânia e escola de samba Mangueira
Filme da Turma da Mônica ganha primeiro trailer; assista


O documentário de 90 minutos narra a história real de uma cidade que viu sua população ser multiplicada, de forma desordenada e desumana, sob o alvoroço diário de produzir e se tornar a “capital do jeans”. O regime a que os próprios trabalhadores se impõem, tem uma pausa apenas durante o Carnaval, ocasião esperada pela população da cidade, que vende suas produções, para por alguns dias e se permite viver a efemeridade dos dias de alegria (e descanso) em praias do litoral de Pernambuco. Até que a (ingrata) Quarta-feira de Cinzas chegue e um novo ciclo se reinicie.

“Dar voz a essas pessoas cumpre o propósito da produção. E a compreensão completa de quem faz o Festival, muito clara no texto que recebemos explicando os motivos pelos quais o filme foi selecionado, me traz muita alegria”, completa Marcelo Gomes, que também esteve em Berlim em 2017 com o filme "Joaquim", produção que trata da formação política de Joaquim José da Silva Xavier, o Tiradentes, figura chave na Inconfidência Mineira. Na ocasião, o longa concorreu pelo Urso de Ouro, principal competição do Festival de Berlim.

Marcelo Gomes, cineasta pernambucano

Marcelo Gomes, cineasta pernambucano - Crédito: Beatriz Masson/Divulgação



Para João Vieira, que completa com "Estou me Guardando para Quando o Carnaval Chegar” a sexta produção ao lado de Marcelo Gomes, levar para Berlim uma realidade tão pungente como a de Toritama, desperta sentimentos diversos, em especial o de ter o trabalho reconhecido, em todo o seu contexto.

“Foi em uma viagem para pesquisa de locação que o filme nasceu, de uma provocação do Marcelo. Cercado de cuidados e aprimoramentos e, principalmente, pensado para uma discussão que é urgente: tratar de desigualdades sociais com um sotaque próprio e, ao mesmo tempo, nacionalizado, chegamos a Berlim”, comentou João.

   Greta, de Armando Praça

O outro filme selecionado para a mostra Panorama no Festival de Berlim é “Greta”, que marca a estreia do diretor cearense Armando Praça. O longa, também produzido pela Carnaval Filmes, conta a história de um enfermeiro gay que leva um paciente para sua casa e apresenta a ele um novo mundo, ao lado da vizinha transexual.

Marco Nanini e Denise Weinberg,em cena de 'Greta'

Marco Nanini e Denise Weinberg,em cena de 'Greta' - Crédito: Carnaval Filmes/Divulgação

Com Marco Nanini e Denise Weinberg nos papéis principais, “Greta” é uma ficção que, na verdade, traz à tona uma realidade também pulsante. “Conheci Armando nos sets de filmagens e como produtor, é de uma felicidade enorme tê-lo no Festival, com um filme que teve a correspondência do elenco, que entendeu bem o nosso modelo de produção, que é o de contar histórias”, conclui João Vieira

Confira a lista dos primeiros filmes selecionados na mostra Panorama:

"37 Seconds" (Japão), de Hikari
"Dafne" (Itália), de Federico Bondi
"The Day After I'm Gone" (Israel), de Nimrod Eldar
"A Dog Called Money" (Irlanda / Reino Unido), de Seamus Murphy
"Estou me Guardando para Quando o Carnaval Chegar" (Brasil), de Marcelo Gomes
"Chained" (Israel / Alemanha), de Yaron Shani
"Flatland" (África do Sul / Alemanha / Luxemburgo), de Jenna Bass
"Greta" (Brasil), de Armando Praça
"Hellhole" (Bélgica / Holanda), de Bas Devos
"Jessica Forever" (França), de Caroline Poggi e Jonathan Vinel
"Acid" (Rússia), de Alexander Gorchilin
"Mid90s" (Estados Unidos), de Jonah Hill
"Los Miembros de la Familia" (Argentina), de Mateo Bendesky
"Monos" (Colômbia / Argentina / Holanda / Alemanha / Dinamarca / Suécia / Uruguai), de Alejandro Landes
"O Beautiful Night" (Alemanha), de Xaver Böhm
"Selfie" (França / Itália), de Agostino Ferrente
"Shooting the Mafia" (Irlanda / Estados Unidos), de Kim Longinotto
"Skin" (Estados Unidos), de Guy Nattiv
"The Souvenir" (Reino Unido), de Joanna Hogg
"Tremblores" (Guatemala / França / Luxemburgo), de Jayro Bustamante
"The Miracle of the Sargasso Sea" (Grécia / Alemanha / Holanda / Suécia), de Syllas Tzoumerkas
"What She Said: The Art of Pauline Kael" (Estados Unidos), de Rob Garver

Veja também

Disputa por obra de Legião Urbana empata no STJ
Música

Disputa por obra de Legião Urbana empata no STJ

Valorant e League of Legends saem do ar nesta terça-feira (22)
QUEDA

Valorant e League of Legends saem do ar nesta terça-feira (22)