Música

Coco Raízes de Arcoverde prepara lançamento de singles e novo álbum de inéditas

Quarto álbum do grupo pernambucano da cultura popular estreia com single, no dia 26 de julho; Último CD é de 2011

Coco Raízes de Arcoverde lança seu quarto álbum, no próximo dia 26 de julhoCoco Raízes de Arcoverde lança seu quarto álbum, no próximo dia 26 de julho - Foto: Leandro Toledo / Divulgação

O perfil oficial do Samba de Coco Raízes de Arcoverde nas plataformas digitais está todo atualizado para o lançamento do quarto disco da história do grupo autoral do Sertão de Pernambuco, que vai estrear seu novo álbum, com nome ainda não divulgado, com o primeiro single programado para o dia 26 de julho. São ao todo 12 faixas, sendo dez inéditas. Elas ficam divididas em dois volumes, com o primeiro deles fracionado por dois singles e um combo com quatro músicas, previsto para sair em setembro de 2023. Já o segundo volume tem previsão para o final do ano.

“Loruá” e “A Caravana Não Morreu”, ambas do primeiro disco, entram como faixas regravadas, ganhando assim uma nova roupagem. A gravação desse novo disco aconteceu em setembro de 2022, quando o grupo rodou uma turnê nacional por São Paulo, fazendo shows e oficinas em Pinheiros e Itaquera, ambos na capital paulista, e na cidade de Sorocaba, no interior. Na ocasião, a experiência da excursão foi viabilizada pelo Sesc, com apoio também da Associação Ação Periférica de Sorocaba.

“Aproveitamos a ida ao estado de São Paulo para iniciar o processo do álbum que lançaremos muito em breve. Além da realização das apresentações e das oficinas, elaboramos o planejamento de organização do nosso perfil oficial nas plataformas digitais”, conta o mestre Assis Calixto, patrimônio vivo de Pernambuco.

O álbum
Realizado por meio da Gravadora Experimental, da Faculdade de Tecnologia do Estado (Fatec) Tatuí, localizada na região de Sorocaba, o projeto envolve estudantes e professores do curso de produção fonográfica. Foram disponibilizados gratuitamente equipamentos e profissionais para a gravação.

Na passagem por São Paulo, o Coco Raízes de Arcoverde se juntou com o produtor cultural Leandro Toledo, de Sorocaba, para elaborar o planejamento de organização do perfil oficial nas plataformas digitais.

“Recebemos orientações da Fatec São Paulo para realizarmos a estratégia de lançamento do novo álbum, feita também conforme o desempenho de shows e oficinas do grupo. Foi uma troca e uma experiência incrível entre o Coco Raízes, os estudantes e os professores. O projeto inclui desde a arregimentação de ensaios, escolha de repertório, até disponibilização dos fonogramas em plataforma streaming”, explica Leandro Toledo.

Ainda em maio deste ano, o disco “A Caravana Não Morreu”, do ano de 2011, chegou ao mundo digital. Terceira obra da história e última lançada até então, o álbum conta com 12 músicas, entre elas as mais conhecidas são “Cavalinho de Barro/Meus Canarinhos”, “As Crianças/Acorda Criança” e “A Caravana Não Morreu”, que dá nome ao CD lançado há 12 anos.

Antes disso, os outros CD’s também foram disponibilizados nos streamings — Coco Raízes de Arcoverde (2000) e Godê Pavão (2003) — em janeiro e abril deste ano, respectivamente.

Veja também

Ex de Nahim não deixará filha do cantor ir ao velório: 'Não perca tempo'
Nahim

Ex de Nahim não deixará filha do cantor ir ao velório: 'Não perca tempo'

"Esquecidos por Deus": espetáculo baseado em livro de Cícero Belmar estreia no Recife
Teatro

"Esquecidos por Deus": espetáculo baseado em livro de Cícero Belmar estreia no Recife

Newsletter