Com Otto e Nação Zumbi, Olinda divulga programação do Carnaval 2020

O Carnaval de Olinda contará com 400 orquestras itinerantes e nove polos com diversas atrações

Otto faz a festa em Olinda Otto faz a festa em Olinda  - Foto: José de Holanda/Divulgação

Com o tema “O Carnaval de Olinda é de outro mundo”, a Folia de Momo de 2020 vai contar mais de 400 orquestras de frevos itinerantes e mais de dois mil blocos cadastrados. Para as apresentações musicais, nomes como Otto, Spok Frevo Orquestra, Academia da Berlinda e Cordel do Fogo Encantado vão animar os nove polos espalhados pela cidade.

A abertura, que acontece no dia 20 de fevereiro, conta com a tradicional apresentação de Alceu Valença; já o encerramento, na Quarta-feira de Cinzas, será com o show de Nação Zumbi. A programação completa de cada palco será divulgada apenas na semana pré-carnavalesca.

Outros nomes que farão parte da festa carnavalesca  nos polos de Olinda são Michele Melo, As Amigas, Nega do Babado e Kelvis Duran, que contemplam o brega pernambucano, e as bandas Ave Sangria e Banda Eddie. As atrações nos polos começarão sempre a partir das 16h.

Leia também:
Passeio de catamarã com blocos liricos animam o Rio Capibaribe
Carnaval do Recife terá dia de protagonismo feminino; veja programação
Carnaval 2020 do Recife terá concurso de Rei e Rainha com deficiência

Para Lupércio, prefeito de Olinda, o tema “O Carnaval de Olinda é de outro mundo” surgiu a partir da interação com os foliões. “O tema foi extraído justamente da gente ouvindo nossos foliões, tanto pernambucanos como pessoas de outros estados e outros países”, explicou.

Entre as novidades estruturais, está um número três vezes maior de decoração aérea, que, além de embelezar a cidade, deve amenizar a incidência dos raios solares. Além disso, os foliões também vão poder relembrar o popular banho de cheiro. “Isso foi uma ideia que nos foi apresentada para relembrar os carnavais saudosos. A gente vai fazer um grande corredor com pulverizadores com essência perfumadas de lavanda”, explicou o secretário de Patrimônio, Cultura e Turismo de Olinda, João Luiz.

Neste ano, a cidade conta com um novo palco, chamado "Aladin Oyó". Localizado na Rua do Sol, o espaço deve concentrar iniciativas culturais afro. Um polo de acolhimento social será montado no Clube Atlântico para receber crianças filhas de ambulantes que irão trabalhar nas festas, contando com supervisão, alimentação e recreação durante todo o dia.

Os polos são Carmo/Erasto Vasconcelos; Guadalupe/Aurinha do Coco;  Varadouro/Mestre Afonso; Polo Rio Doce; Xambá; Mercado da Ribeira; Casa da Rabeca; Aladin Oyó e polo infantil.

Como tem acontecido nos dois últimos anos, a escolha do homenageado para o Carnaval de Olinda 2020 será feita através de votação popular, que começa a partir da próxima semana. A população terá a chance de votar em um nome entre os dez selecionados. São eles: Peneira, Dona Aurinha, Ivo de Xambá, Carlos Ivan, Dona Dá, José Carlos Viana, Agenor de Estandarte, Byll de Olinda, Pedro Paulo e Marieta Borges.

Locais de votação para o homenageado:
- Praia do Quartel, das 6h30 às 15h
- Terminal de Ônibus de Rio Doce, das 6h30 às 15h
- Terminal de Xambá, das 6h30 às 15h
- Centro Comercial de Ouro Preto, das 6h30 às 15h
- Alto da Sé, das 6h30 às 15h
- Feira de Peixinhos, das 7h30 às 13h30

Abertura
O marco inicial do Carnaval de Olinda deste ano será no dia 20 de fevereiro, na Praça do Carmo. A abertura se inicia com um cortejo do Homem da Meia-Noite, com concentração marcada para as 18h em frente ao prédio sede da Prefeitura de Olinda. O calunga arrasta os foliões até a praça, onde haverá apresentação do grupo A Cocada e, em seguida, da orquestra do Grêmio Henrique Dias, acompanhada de convidados da cena musical de Pernambuco: Karina Buhr, Fábio Trummer, Flaira Ferro e Urêa. A festa continua com um show de Marrom Brasileiro e é encerrada tradicionalmente com  apresentação de Alceu Valença.

Encerramento
A despedida do Carnaval olindense acontece na Quarta-feira de Cinzas (26), a partir das 17h, na Praça do Carmo. A primeira atração é a Bateria Cabulosa, que é seguida pelo Grupo Afonjá, com participação de Flaira Ferro. O grupoBongar se apresenta junto com Lenine, e a festa termina com Nação Zumbi em seu projeto Troça Elétrica.

Veja também

Webnário aborda o trabalho de Lula Côrtes nas artes visuais
Artista pernambucano

Webnário aborda o trabalho de Lula Côrtes nas artes visuais

EP 'Tribunal do Feicebuqui', de Tom Zé, chega ao streaming
Música

EP 'Tribunal do Feicebuqui', de Tom Zé, chega ao streaming