Confira ao vivo a Festa Digital do Livro da Fundaj

Começando às 6h e seguindo até a meia-noite, o evento acontece por 18hrs ininterruptas com lives de palestras, debates, entrevistas recitais, filmes e programas de rádio e TV

Clarice Lispector completaria 100 anos em 10 de dezembro de 2020Clarice Lispector completaria 100 anos em 10 de dezembro de 2020 - Foto: Divulgação

Em um momento de mudanças, o livro é resistência, é um sobrevivente que se reinventa. E é nesse cenário que acontece a primeira edição da Festa Digital do Livro, realizada pela Fundação Joaquim Nabuco (Fundaj). O evento celebra o Dia Internacional do Livro, e homenageia os 100 anos da escritora Clarice Lispector, comemorados em dezembro deste ano. Começando às 6h e seguirá até a meia-noite, o evento acontece por 18hrs ininterruptas de lives de palestras, debates, entrevistas recitais, filmes e programas de rádio e TV, através do site e das redes sociais da Fundaj.

Totalmente poético, a duração do evento faz alusão a uma passagem do romance Ulisses (1922), de James Joyce, uma das inspirações estéticas de Clarice Lispector. Em seu clássico, Joyce leva seu Leopold Bloom em uma viagem de 18 horas por Dublin.

O evento traz a vida, obra e o pensamento de Clarice Lispector, que comemoraria em 2020 seu centenário. A curadoria da Feira é do diretor de Memória, Educação, Cultura e Arte da Fundaj, Mário Hélio. “A programação em si tem a oferta de quatro palestras mais longas, duas delas sendo sobre Clarice Lispector – a homenageada do evento digital – e outras sobre a situação atual e as perspectivas futuras do livro quanto ao negócio, o mercado, e a respeito de uma filosofia da leitura”.

Leia também:
Museus promovem visitas virtuais durante pandemia
Ancine vai destinar recursos para socorrer cinemas impactados por coronavírus


O evento online contará com diversas personalidades, entre escritores, professores, artistas, jornalistas e articuladores culturais. A abertura, às 6h, será feita com o poema Tecendo a manhã, do pernambucano João Cabral de Melo Neto. Em seguida, a programação contará com leitura do horóscopo e das principais manchetes de jornais do 10 de dezembro de 1920, data de nascimento da homenageada. A programação musical também trará canções do Recife nas décadas de 1920 e 1930, que antecedem a primeira entrada do programa de rádio e TV A Hora das Estrelas, em referência ao livro homônimo de Clarice.

A programação conta com bate-papos com especialistas sobre a atual situação do mercado editorial e a questão dos livros didáticos no Brasil. Além de palestras sobre as obras e o estilo de escrita de Clarice Lispector. Ao longo do dia, serão lidos trechos de suas obras por artistas e entusiastas, como a atriz Maria Fernanda Cândido e o escritor norte-americano Benjamim Moser, autor de Clarice, uma biografia (2009). Dentro da agenda, o público da Feira poderá conferir, ainda, o curta-metragem Clandestina Felicidade (1998) e longa O Rochedo e a Estrela (2011), inspirados em obras de Clarice, que estão disponíveis no arquivo virtual da Cinemateca Pernambucana. No encerramento da feira será feita a leitura das histórias de fantasmas compiladas no livro Assombrações do Recife (1955), de Gilberto Freyre.

Serviço
Quinta-feira, 23 de abril, das 6h às 12h
Site: flidfundaj.com.br
Instagram: @fundajoficial
Facebook: facebook.com/fundacaojoaquimnabuco

Veja também

Morre icônico jornalista dos EUA Larry King, de Covid-19
Coronavírus

Morre icônico jornalista dos EUA Larry King, de Covid-19

Shopping Patteo Olinda recebe exposição de veículos em miniatura
Colecionadores

Shopping Patteo Olinda recebe exposição de veículos em miniatura