Música

Conservatório Pernambucano de Música realiza concerto especial no Santa Isabel

Apresentação terá o barítono Leonardo neiva, a soprano Lina Mendes, e Priscila Bomfim ao piano, no próximo dia 14 de dezembro, às 19H30

Teatro de Santa IsabelTeatro de Santa Isabel - Foto: Andréa Rêgo Barros/Divulgação

O Conservatório Pernambucano de Música (CPM) realizará um “Concerto Especial”, no dia 14 de dezembro, no Teatro de Santa Isabel. No repertório estão canções e árias e duos de ópera e musicais com o barítono Leonardo Neiva, o soprano Lina Mendes, e Priscila Bomfim ao piano. A apresentação terá início às 19h30. A retirada dos ingressos, que são gratuitos, deve ser feita na bilheteria do teatro uma hora antes do evento. 

Natural de Brasília, Leonardo Neiva é convidado frequente das mais importantes orquestras e teatros do País, se destacando nos últimos anos como o mais importante barítono brasileiro de sua geração. Estreou aos 23 anos, venceu o concurso internacional de canto Bidu Sayão e, desde então, é reconhecido como um artista versátil e de grande desenvoltura cênica, capaz de interpretar um vasto repertório.

Recebeu em 2009 o XII Prêmio Carlos Gomes de melhor cantor masculino por sua interpretação nas óperas “Sansom et Dalila” (Grand Prêtre), “Dido and Aeneas” (Aeneas) e no poema sinfônico “Kullervo” de Jean Sibelius. Em 2013, ele obteve muito sucesso com o musical “Ça Ira”, do astro do rock Roger Waters.

Recentemente, estreou na França na ópera Rienzi, de Wagner no Teatro Capitole de Toulouse, sob direção do veterano Jorge Lavelli, espetáculo lançado internacionalmente em DVD pelo selo OPUS ARTE. Recentemente, ele ainda gravou junto à OSESP a Sinfonia Nº 10 “Ameríndia” de Villa-Lobos sob regência de Isaac Karabtchevsky. 

Já Lina Mendes, nascida em Niterói, recebeu o prêmio da Revista Concerto 2014 na categoria Jovem Talento. Em Milão, integrou a Accademia Teatro Alla Scala e, em Valência, o Centre de Perfeccionament del Palau de les Arts. Lina tem tido grande destaque no cenário lírico, atuando em óperas e concertos nas mais importantes salas de concerto e teatro de ópera do Brasil e do exterior. Fez seu debut do Palau de les Arts, na Espanha, com grande êxito como Musetta em La Boheme (Puccini) e Ilia em Idomeneo  (Mozart). Representou o Brasil no BRICS Cultural Festival Xiamen, na China. 

Em 2021, participou do 23º Festival Amazonas de Ópera online, onde interpretou Laura na ópera Três Minutos de Sol (Leonardo Martinelli). Recentemente, participou da Série Música de Câmara da Sala Cecília Meireles, no RJ, interpretando os Quartetos Vocais de Schumann e Brahms e em Belo Horizonte, solou no Stabat Mater de Pergolesi, sob regência de Silvio Viegas, no concerto de retomada do Palácio das Artes.

E a maestrina Priscila Bomfim iniciou seus estudos musicais em Portugal, onde venceu seu primeiro concurso de piano aos nove anos de idade. Na Universidade Federal do Rio de Janeiro, graduou-se em piano com o título máximo Summa cum Laude, em Regência Orquestral, e concluiu o seu mestrado em Performance em Piano com um relevante trabalho sobre Leitura à Primeira Vista ao Piano. 

É pianista e maestra assistente no Theatro Municipal do Rio de Janeiro, desenvolve paralelamente carreira como regente, tendo sido a primeira mulher e diretora musical a reger óperas da temporada do Theatro Municipal. Atualmente, ela é a regente convidada da Orquestra Sinfônica Juvenil Carioca “Chiquinha Gonzaga”, uma orquestra formada por meninas alunas da rede municipal de escolas do Rio de Janeiro, dentro do programa “Orquestra nas Escolas”. 

Em 2021, Priscila teve na agenda concertos com a Orquestra Petrobrás Sinfônica, Orquestra Sinfônica Brasileira, Orquestra Sinfônica de Porto Alegre e a Academia de Ópera do Teatro São Pedro em São Paulo, além de concertos no Theatro Municipal do Rio de Janeiro.

Programa
Léo Delibes
Les Filles de Cadix
Francis Poulenc
Les Chemin de L’amour
Carlos Gomes
Addio
Claudio Santoro e Vinicius de Moraes
Amor em Lágrimas

Ópera
W.A. Mozart – Don Giovanni
Don Giovanni: Abertura
Crudele? Non mi dir
Deh vieni alla finestra
Là ci darem la mano
Puccini – Gianni Schicchi
Mio Babbino Caro
Era Uguale la Voce

Musical
Frederick Loewe e Alan Jay Lerner – My Fair Lady
I Could Have Dance All Night
Richard Rodgers e Oscar Hammerstein II – South Pacific
Some Enchanted Evening
Leonard Bernstein e Stephen Sondheim - West Side Story
I Feel Pretty
Somewhere
Andrew Lloyd Weber, Charles Hart e Richard Stilgoe – The Phantom of the Opera
Think of Me
The Music of the Night
All I Ask of You

Veja também

Prefeituras do Rio e de São Paulo decidem adiar desfiles das escolas de samba para abrilCarnaval 2022

Prefeituras do Rio e de São Paulo decidem adiar desfiles das escolas de samba para abril

Portela perde ex-presidente e carnavalesco no mesmo diaLuto

Portela perde ex-presidente e carnavalesco no mesmo dia