Crítica: 'A Freira' é novo filme da franquia 'Invocação do Mal'

O filme 'A Freira' é baseado na franquia com os personagens Ed e Lorraine Warren, baseado em fatos reais. Produção trata de uma possessão demoníaca na Romênia

Cena do filme de terror 'A freira'Cena do filme de terror 'A freira' - Foto: Warner Bros./Divulgação

É um fenômeno curioso o que vem acontecendo com a franquia "Invocação do Mal", uma popular série de filmes de terror. Lançado em 2013, baseado em histórias do casal Ed e Lorraine Warren (interpretados por Patrick Wilson e Vera Farmiga), investigadores paranormais que nos anos 1960 e 70 se envolveram em casos bizarros, "Invocação do mal" foi um sucesso, gerando, nos anos seguintes, derivações com outros casos que a dupla enfrentou, como "Annabelle" (dois filmes) e uma sequência ("Invocação do Mal 2", lançado em 2016).

Está em cartaz o novo filme da franquia: "A Freira", inspirado em uma personagem que apareceu nos filmes mais recentes da série. Em "Invocação do Mal 2", Ed pintou, em uma espécie de surto, a imagem de uma freira demoníaca, sem saber de sua existência, na Romênia. É essa história que acompanhamos neste longa. A primeira cena sugere brutalidade: um aparente suicídio em um convento apenas para freiras. O Vaticano decide enviar o padre Burke (Demián Bichir) e a jovem Irene (Taissa Farmiga) para investigar o caso.

O primeiro problema do filme está justamente nessa dupla. Não há sintonia entre os atores e o roteiro não os coloca em situações dramáticas envolventes. Um terceiro personagem, Frenchie (Jonas Bloquet), surge apenas como um deslocado alívio cômico, um galanteador que a todo instante flerta com Irene, mesmo estando em um cemitério, diante de um cadáver. Outro problema desses personagens é a insistência de, mesmo estando um lugar assombrado, sempre se dividir e ir em direção à escuridão, falta de inteligência que inicia todas as cenas de terror.

Leia também:
Crítica: 'Ferrugem' traz história sobre bullying e redes sociais
YouTube tira do ar propaganda do filme de terror 'A Freira'
Nova safra do terror nacional mostra sua força


A impressão de "A Freira" é de uma oportunidade perdida, uma história com um potencial que não se concretiza. A cena em que ela aparece em "Invocação do Mal 2" é assustadora e teve grande repercussão entre os fãs da franquia, indicando uma intrigante possibilidade de enredo. Mas o filme com a personagem parece, depois de uma potente e promissora primeira cena, ir gradualmente se tornando mais banal e clichê.

O ambiente, uma igreja antiga na Romênia, é um cenário ideal, mas o diretor, Corin Hardy, parece não potencializar esse lugar, filmando as catacumbas e a floresta em volta sem inspiração. Assim como os outros filmes da franquia, "A freira" tem como proposta um clima de tensão sem violência, uso criativo de luz e sombra e, infelizmente, o recurso mais clichê dos filmes de terror: os jumpscares (sustos programados pela montagem e edição de som, com barulhos altos para fazer o espectador "saltar" da cadeira). São soluções fáceis que aparecem em todos os momentos de tensão, diminuindo o impacto da sessão.

Estreia

Antes da estreia, "A freira" foi alvo de uma polêmica. O YouTube censurou uma propaganda do filme, em agosto, retirando um vídeo com a freira demoníaca gritando. O site recebeu reclamações e decidiu censurar o vídeo. Na época, através do Twitter, a empresa se posicionou, comentando que o clipe tinha imagens chocantes, o que é vetado por suas regras. Esse fato, naturalmente, aumentou a curiosidade sobre o filme.

Franquia

Essa série de filmes vem lidando, desde o primeiro longa, com imagens e cenários tradicionalmente associados ao terror, do boneco misterioso à floresta soturna. Embora não assine a direção de todos os filmes, James Wan é apontado como a força criativa por trás das produções. O próximo filme da franquia, ainda sem data de lançamento, é "The Crooked Man", baseado em um personagem assustador que apareceu brevemente em "Invocação do Mal 2".

Cotação: regular

Universo expandido do horror

O filme "Invocação do mal" (2013) contou a história do casal Lorraine e Ed Warren, investigadores de fenômenos paranormais que nos anos 1960 e 70 se envolveram com casos estranhos. A partir desse filme surgiu "Annabelle" (2014), uma boneca amaldiçoada que apareceu no filme de 2013, na sala onde os Warren guardavam objetos de casos solucionados. Antes do segundo filme da franquia "Annabelle", estreou, em 2016, "Invocação do mal 2", que contou com uma aparição popular entre os fãs: uma freira maligna. O próximo filme da franquia será com uma estranha figura masculina que aterrorizou uma família em "Invocação do mal 2".


Veja também

Jane Fonda receberá prêmio honorário do Globo de Ouro por seu ativismo social
Prêmio

Jane Fonda receberá prêmio honorário do Globo de Ouro por seu ativismo social

Festival Macuca das Artes acontece neste sábado
Festival

Festival Macuca das Artes acontece neste sábado