Cultura+

Curta Taquary segue até domingo com exibições gratuitas no Agreste

Festival está em sua 12ª edição e exibe curtas-metragens com produções do audiovisual do Brasil e América Latina

Curta Taquary chega à sua 12ª ediçãoCurta Taquary chega à sua 12ª edição - Foto: Divulgação

Até o próximo sábado (27) a cidade de Taquaritinga do Norte, Agreste pernambucano, recebe a 12ª edição do Curta Taquary – festival de curtas-metragens que foca na difusão da produção audiovisual do Brasil e da América Latina. O acesso ao público é gratuito. As exibições e as demais atividades do festival serão realizadas nos espaços Praça Otto Sailler, Câmara de Vereadores, escolas públicas, salão paroquial e no Salão do Hotel Jorge Eduardo.

Das mais de 700 obras inscritas, 90 foram selecionadas representando, pelo menos, 19 estados brasileiros, das cinco Regiões. Serão exibidas sete mostras competitivas e nove paralelas, além da mostra internacional que inclui películas do Chile, Bolívia, Colômbia, Venezuela, México, Canadá e Brasil e um filme libanês – que está na programação da sessão Médicos Sem Fronteiras (MSF).





Leia também:
Petrobras corta patrocínio de festivais de cinema, música e teatro
VerOuvindo – Festival de Filme com Acessibilidade começa nesta terça
Filme sobre ocupação de cinema vence festival É Tudo Verdade

Mostras 
E entre as categorias das mostras competitivas do Curta Taquary estão Curtas Fantásticos; Diversidade; Primeiros Passos; Brasil; Criancine; Universitária e Dália Da Serra. Já entre as paralelas: Sessão Resistências Indígenas, Agrestes, Sessão Especial, Mostra Itinerante, Cinema Instantâneo, Mostra Internacional, Sessão Ver Ouvindo, Sessão Cineclube Vouver, e Médicos Sem Fronteiras (MSF).

Na sessão Resistências Indígenas – que faz alusão ao tema central do festival: “Ancestralidade e a Formação do Povo Brasileiro” – nove curtas integram as exibições. Na mesma temática haverá a mesa “Identidades Étnico-Raciais: A Contribuição Audiovisual”, com a participação de Bruno Matos Fulni-ô, professor indígena nas escolas da Aldeia Fulni-ô.

A mostra internacional também trará películas que abordam a temática indígena: “Amucha”, do diretor Jésus Sánchez (Chile); “Wichán”, com direção de Maga Meneses (Chile) e “June Em Povungnituk”, com direção de Alanis Obamsawin (Canadá).

Educação
Ainda dentro do festival haverá espaço para discutir como trabalhar o audiovisual em sala de aula. Este será o 3º Encontro de Cinema e Educação voltado para professores, estudantes, arte-educadores, cineastas, cineclubistas e outras pessoas interessadas no tema. A inscrição é gratuita e pode ser feito no site oficial do evento. As atividades serão realizadas na quinta-feira (25), das 8h às 17h, na Câmara de Vereadores de Taquaritinga do Norte.

Na programação estão a exibição de curtas e duas mesas: “Cinema e ensino: da produção à exibição e reflexão” e “Identidades étnico-raciais: a contribuição audiovisual”.

Longa e Homenageados
O longa “Estou me Guardando para quando o Carnaval Chegar”, de Marcelo Gomes - que teve sua estreia no 69º Festival de Berlim, em fevereiro – ganha exibição no Festival. No roteiro, confeccionistas de Toritama (PE) trabalham o ano inteiro para, após vender a mercadoria, deixarem a intitulada “Capital do Jeans” para se divertir nas praias do litoral nordestino durante o Carnaval.

Quanto aos homenageados, o projeto Vídeo Nas Aldeias (VNA) ganha exibição na sexta (26) e o ator Fernando Teixeira, no sábado (27), também será celebrado na Praça Pe. Otto Sailler.

Serviço
12ª edição do Curta Taquary

Até sábado (27), em Taquaritinga do Norte
Acesso gratuito
Informações e programação: www.curtataquary.com.br 

Veja também

BBB 24: Tadeu pede mudança em sorteio de Prova do anjo para evitar acusações de trapaça
BBB 24

BBB 24: Tadeu pede mudança em sorteio de Prova do anjo para evitar acusações de trapaça

Equipe de Wanessa Camargo se manifesta após desclassificação: "Jogo acabou"
BBB 24

Equipe de Wanessa Camargo se manifesta após desclassificação: "Jogo acabou"