Cultura+

De volta às estrelas: dois dias separam aniversário de Bowie do primeiro ano de sua morte

Músico completaria 70 anos de idade neste domingo (8), se vivo estivesse

O deputado federal Sebastião Oliveira, que acompanhou o ingresso de Geraldo no Avante.O deputado federal Sebastião Oliveira, que acompanhou o ingresso de Geraldo no Avante. - Foto: Divulgação

David Bowie completaria 70 anos de idade neste domingo (8), se vivo estivesse. Além de ter planejado o disco “Blackstar” para ser um ato de despedida, o músico parecia tão consciente da morte eminente - que acabou acontecendo dois dias após o seu aniversário - que também deixou material pronto para que sua memória continuasse reverberando. Por isso, no decorrer de 2016, os fãs do britânico puderam saber um pouco mais do seu interesse pelo soul e funk através do disco “The Gouster”, lançado em setembro dentro do box “Who Can I Be Now” (1974-1976), além de ainda esperarem uma lista de músicas inéditas.

Porém, é a iniciativa de pesquisadores sobre a vida de Bowie que deve preencher a data do seu aniversário. Neste sábado, o canal inglês BBC2 irá exibir o documentário “The Last Five Years” (“Os últimos cinco anos”, em livre tradução), que promete lançar novos olhares sobre os últimos cinco anos de vida do artista, que faleceu em decorrência de um câncer de fígado. Ainda sem previsão de chegar ao Brasil, o filme tem direção de Francis Whately, também realizador de “David Bowie: Five Years” (“David Bowie: Cinco Anos”, em tradução livre), lançado em 2013, traçando um panorama dos cinco anos mais importantes na carreira do músico, quando apresenta o contexto que deu origem às mudanças entre os discos gravados de 1969 a 1974.

O novo documentário, por sua vez, tem como recorte os lançamentos dos discos “The Next Day”, de 2013, que quebrou um hiato de dez anos sem um álbum de inéditas, e “Blackstar”, lançado em 8 de janeiro de 2016. Além dos dois discos, o período também compreende a criação das canções para o musical “Lazarus”. Com filmagens raras do cantor - além de depoimentos de figuras importantes no seu processo de criação, como o produtor Tony Visconti -, o filme deve investigar os traços sombrios da discografia recente do “camaleão” do rock.

Possivelmente um dos momentos mais intrigantes da vida do britânico, os últimos cinco anos marcam seu retorno à mídia desde que sofrera um infarto nos bastidores de um show na Alemanha em 2004. Sem jamais assumir em vida a saúde frágil, o segredo da doença, revelada apenas após a sua morte, foi apenas mais um capitulo de uma trajetória envolta em mistério e misticismo. Embora tenha estreado no mercado fonográfico com o homônimo de 1967, o músico só imprimiu a sua identidade musical quando começou a se travestir de diferentes forasteiros a cada disco. O primeiro dos seus trabalhos que trazia o conceito de um personagem foi “Space Oddity”, de 1969, em que encarna Major Tom, um astronauta deprimido em pleno espaço sideral.

As faces de Bowie
Sua carreira se cristalizaria com o alienígena de “The Rise and Fall of Ziggy Stardust and the Spiders from Mars”, de 1972, o homem-cão de “Diamond Dogs”, de 1974 e um nobre vazio e desesperado em “Station to Station”, de 1976. O consumo desenfreado de drogas na época fez o cantor se mudar para a Alemanha, onde abriu mão do glam rock, para se dedicar a uma música mais dançante, presente na “trilogia Berlim” (“Low”, “Heroes” e “Lodger”). Sua faceta mais romântica vem à tona nos anos de 1980, com discos como “Tonight”, de 1984, e “Never Let Me Down”, de 1987.

A mentalidade complexa e sofisticada do artista foi tema da biografia “Bowie”, da jornalista também britânica Wendy Leigh. O livro detalha a vida pessoal do cantor e faz parte da série de lançamentos do ano passado, com revelações após sua morte. Reflexões de um estrangeiro no planeta Terra que hoje vive eternamente no seu lar de origem, junto às estrelas.

Veja também

Cantor sertanejo morre em acidente de carro após assinar primeiro contrato com gravadora
Acidente

Cantor sertanejo morre em acidente de carro após assinar primeiro contrato com gravadora

Susana Vieira lança biografia e revela qual o maior papel da carreira
televisão

Susana Vieira lança biografia e revela qual o maior papel da carreira

Newsletter