CUFA

Dia Nacional da Favela é celebrado na Praça do Arsenal

O evento organizado pela Central Única das Favelas em Pernambuco (Cufa-PE) reúne música, literatura, artesanato, oficinas e gastronomia e outras atividades

Evento promovido pela Cufa-PE estimula empreendedoras das comunidades e celebra o Dia Nacional da Favela com shows e outras atividadesEvento promovido pela Cufa-PE estimula empreendedoras das comunidades e celebra o Dia Nacional da Favela com shows e outras atividades - Foto: Marconi Meireles / Folha de Pernambuco


O Dia Nacional da Favela movimenta o bairro do Recife, nesta quinta-feira (4), na Praça do Arsenal da Marinha. O evento organizado pela Central Única das Favelas em Pernambuco (Cufa-PE) reúne música, literatura, artesanato, oficinas e gastronomia em celebração a data que exalta a resistência dos moradores de favela, sobretudo diante dos impactos sociais e econômicos trazidos pela crise sanitária da Covid-19. 

"O Dia da Favela é para comemorar toda a resistência e força do nosso povo. Estamos vivendo ainda um momento de pandemia e a nossa população foi uma das mais afetadas.  Então, hoje nós estamos celebrando esse dia de luta e resistência, através de apresentações culturais e estimulando a retomada da economia com empreendedoras moradoras da favela na Região Metropolitana do Recife", explicou Altamiza Melo, presidente da Cufa-PE.

Empreendedoras como a artesã Eliane Niceto, de 59 anos."Esse espaço foi maravilhoso. Esssa oportunidade de estarmos aqui mostrando o nosso trabalho. Trabalhamos de forma esforçada e conseguimos trazer o melhor que a gente pode dar do nosso trabalho. A gente quer ter mais condições de mostrar para as pessoas que têm condições de nos ajudar, ampliar o nosso trabalho, mostrar, ter mais eventos, porque o artesanato precisa muito de mais incentivo", sensibilizou.

Entre os destaques da programação, pocket-shows com os artistas  homenageados do evento, Palas Pinho e Gilmar Bolla 8 – o artista, que foi um dos fundadores da Nação Zumbi e atualmente integra a ComboX, também comanda cortejo do Maracatu Nação Cambinda Estrela. A banda infantil “Alegria de Brincar” faz a festa dos pequenos e uma nova etapa do programa “Tá com Elas”, iniciativa da CUFA para apoiar a mulher empreendedora, completam a celebração, apoiada pela Prefeitura do Recife e Secretaria da Mulher e Secretaria de Turismo.

Evento homenageou o músico Gilmar Bolla 8 e a cantora Palas Pinho, das Amigas do Brega

Palas Pinho, das Amigas do Brega, lembrou que o gênero musical é profundamente ligado às favelas e comunidades do Recife. "Mais periferia, mais favela do que o Brega, existe? Não, né? Então tem que ter Brega!", destacou.

Já Gilmar Bolla 8 falou sobre a alegria de ser lembrado pelo evento que conta muito sobre sua origem de comunidade periférica. "Estou bastante feliz com essa homenagem. Negro, favelado, nessa pandemia sobrevivendo. E ainda mais que é uma homenagem em vida. Sou um dos fundadores do movimento Manguebeat, de Chico Science e Nação Zumbi. Já andei vários festivais no mundo e estou bem animado com esse dia e que ele se propague muitas e muitas vezes", comentou.

"Eu vim na caminhada e sou um músico autodidata e tenho vários colegas que não chegaram a minha idade porque se envolveram ou se deixaram envolver pelo crime. E eu, com alguns colega tomamos o rumo da arte. Então a arte da música me transformou e é maravilhoso ser músico, trazer alegria e mensagens, é bem bacana", lembrou Gilmar.

Dia Nacional da Favela
A data “Dia Nacional da Favela”– escolhida para 4 de novembro pelo simbolismo de neste dia, no ano de 1900, ter aparecido pela primeira vez em um documento oficial a expressão ‘favela’, em uma referência ao Morro da Providência (RJ) - ganha a primeira comemoração oficial no Recife, data que passa a fazer parte do calendário da cidade por iniciativa decorrente de um Projeto de Lei da vereadora Cida Pedrosa.

Artesãs de comunidades da Região Metropolitana do Recife puderam apresentar seu trabalho
Atrações

- Divulgação da ampliação do programa “Tá com Elas” e início da Feira de Artesanato e Gastronomia de Favelas
- Chuva de livros entrega de livros doados pela Bienal do Livro de Pernambuco a Bibliotecas comunitárias
-  Pocket-show com Amigas do Brega
- Oficina de fotografia com celular - Elimar Caranguejo
- Banda Alegria de brincar
- Maracatu Nação Cambinda Estrela
- Encerramento e oficialização do Dia da Favela no calendário de festividades do Recife, com show de Gilmar Bolla 8 e convidados

Veja também

Salman Rushdie relembra atentado em primeira entrevista à televisão
ESCRITOR

Salman Rushdie relembra atentado em primeira entrevista à televisão

Giovanna Ewbank e Bruno Gagliasso comemoram indiciamento de mulher filmada fazendo ofensas racistas
DECLARAÇÃO

Giovanna Ewbank e Bruno Gagliasso comemoram indiciamento de mulher filmada fazendo ofensas racistas

Newsletter