Direitos da criança em cartum e cordel

Livro “A dádiva do cuidar”, da editora UPE, aborda mais de 50 temas sobre sobre os cuidados da infância

Tio Drew Tio Drew  - Foto: Internet / Reprodução

 

Da concepção, passando pela gravidez até a adolescência, o cuidado com as crianças é muito importante. Disso depende a formação de cidadãos em sua plenitude. Mas como tratar do tema em um livro, voltado para todas as idades, sem ser chato? Com cartuns e cordéis. Assim nasceu “A dádiva do cuidar - princípio das humanidades”, editado pela Universidade de Pernambuco (UPE), que integra o programa “A arte na medicina às vezes cura, de vez em quando alivia, mas sempre consola”, que completa 20 anos em 2016.

“O objetivo é humanizar o atendimento nos três hospitais da universidade - Hospital Universitário Oswaldo Cruz (HUOC), Centro Integrado Amaury de Medeiros (Cisam) e Pronto-Socorro Cardiológico de Pernambuco (Procape)”, declara o médico Carlos Reinaldo Carneiro Marques, um dos autores. Trata-se da terceira obra publicada pelo programa, que já lançou duas edições do livro “Medicina humanizada com arte”.

Além de Carlos Reinaldo, o novo livro é assinado e organizado por Paulo Fernando Barreto Campello, idealizador do programa, além de Wilson Freire (que assina os cordéis) e Ronaldo Cunha Dias (criador dos cartuns). O lançamento acontece amanhã, a partir das 16h, na Academia Pernambucana de Letras, e contará com a presença de pipoqueiros, malabaristas e mágicos.
“O cuidado com a família/ Deve ser, sim, integral:/ Pai e mãe e também filho,/ Incluin­do animal”. É assim, com linguagem simples, clara e rimada, e bem ilustrada, além de bem-humorada que a obra trata de diversos temas relativos aos direitos da criança, como à educação, aos cuidados durante o pré-natal, até dicas de higiene e de rotina, para evitar acidentes domésticos e até desmistificar aspectos da cultura tão arraigados na sociedade. Caso do machismo, por exemplo. Até hoje, bem se sabe, há quem pense que cuidar de criança não é “coisa de homem”.
A violência doméstica, te­ma recorrente tratado na mí­dia, não deixa de ser lembrado no livro: “A criança violen­tada/ Em casa ou onde frequenta,/ Quando crescer tem mais chances/ De também ser violenta”. Consumismo, perigos no trânsito, educação ambiental, preconceito, drogas, bullying e alimentação são outros assuntos abordados com leveza e sem perder a seriedade necessária.
“O conteúdo inclui mais de 50 temas de extrema importância para a formação da criança”, declara Carlos Reinaldo. De acordo com ele, a primeira tiragem contará com 500 exemplares, que se­rão vendidos no HUOC, onde fica a sede do programa.

 

Veja também

Rua do Bom Jesus, no Recife, está entre as mais lindas do mundo
Roberta Jungmann

Rua do Bom Jesus, no Recife, está entre as mais lindas do mundo

Vaquinha virtual pede doações para cirurgia do baterista Hugo Carranca
Solidariedade

Vaquinha virtual pede doações para cirurgia do baterista Hugo Carranca