Djavan traz 'Vesúvio' para o Recife, em maio

O músico se apresenta no dia 25 de maio, com show da turnê do novo álbum 'Vesúvio', no palco do Classic Hall

Djavan, cantor e compositor Djavan, cantor e compositor  - Foto: Nana Moraes//Divulgação

O cantor e compositor Djavan desembarca no Recife no próximo dia 25 de maio, para show do álbum "Vesúvio", lançado em novembro nas plataformas digitais e em CD e LP. O músico se apresentará no palco do Classic Hall, com inéditas e sucessos consagrados de sua carreira. O valor dos ingressos e os locais de venda, ainda não foram anunciados.

O artista alagoano de 69 anos está em seu 24º álbum. Gravado entre julho e setembro deste ano, "Vesúvio" é uma obra pop, com faixas mais dançantes e outras abertamente românticas. De acordo com o próprio Djavan, em entrevista concedida à Folha de Pernambuco, sua carreira é baseada numa formação com foco na diversidade. Inclusive com discurso político, presente no novo trabalho, a exemplo das canções "Cedo ou Tarde" e "Solitude".

Leia também:
Djavan traz apelo pop e discurso político em 'Vesúvio', seu mais novo disco
Paul McCartney anuncia dois shows no Brasil em 2019
As facetas de Elza Soares em musical no Teatro Guararapes


"Acho que o mundo já chegou no fundo do poço com relação às suas mazelas e suas encrencas, essa coisa da imigração, dos povos deixando os seus países por falta de condições de vida psicológica e material. E o Brasil, sobretudo, tão dividido e polarizado. É uma coisa louca. E eu falo disso tudo, mas de maneira otimista, desejando um futuro que realmente mereça o povo brasileiro", afirmou o cantor.

Serviço
Show de Djavan - "Vesúvio", dia 25 de maio no Classic Hall

Assista ao clipe de uma das faixas que dá nome ao novo álbum de Djavan:


 

 

Veja também

Luciano Szafir é internado após contrair coronavírus pela segunda vez
Covid-19

Luciano Szafir é internado após contrair coronavírus pela 2ª vez

Entenda o que é a Lei Paulo Gustavo e por que não trava orçamento de Mario Frias
Paulo Gustavo

Entenda o que é a Lei Paulo Gustavo e por que não trava orçamento de Mario Frias