Documentário pernambucano faz sua estreia na tradicional Mostra Internacional de Cinema de São Paulo

"O Silêncio da noite é que tem sido testemunha das minhas amarguras", de Petrônio Lorena, será exibido nesta quinta-feira (20)

Frozen 2Frozen 2 - Foto: Divulgação

O documentário "O Silêncio da noite é que tem sido testemunha das minhas amarguras", do pernambucano Petrônio Lorena, fará sua estreia nacional durante a 40ª Mostra Internacional de Cinema de São Paulo, que acontece entre os dias 20 de outubro e 2 de novembro. O filme será exibido no dia 20 de outubro, no Cinema Shopping Frei Caneca, às 19h15.

Filmado nas cidades de São José do Egito, em Pernambuco, e Ouro Velho e Prata, na Paraíba, a obra trata de como a poesia é presente no cotidiano dos cidadãos – seja nas festas, casas, ruas e no comércio. O filme de 79 minutos compete na categoria Novos Diretores e também será exibido nos dias 21 e 24, em diferentes espaços.

Nesta edição, a Mostra traz 322 obras audiovisuais, que serão projetadas em 35 lugares da cidade, como cinemas, espaços culturais e museus, além de espaços ao ar livre, onde a exibição será gratuita. A seleção busca compreender as tendências contemporâneas mundiais no tocante a temas, narrativas e estéticas. Os filmes serão divididos em seis categorias: Homenagens, Apresentações Especiais, Foco Polônia, Competição Novos Diretores, Mostra Brasil e Perspectiva Internacional.

Na programação, filmes que fizeram sucesso e marcaram a história da Mostra, pré-candidatos ao Oscar de melhor filme estrangeiro e debates em torno do exercício do Cinema dividem espaço com as mostras competitivas.

A 40ª edição da Mostra também homenageara diretor polonês Andrzej Wajda , morto no último dia 9. No Foco Polônia, serão apresentados títulos do cinema polonês contemporâneo, 17 títulos de Wajda, e uma cópia restaurada de Decálogo, de Krzysztof Kieslowski. Wajda foi um dos primeiros diretores do país a se tornar conhecido no resto do mundo e permaneceu ativo até o seu falecimento, aos 90 anos, fazendo obras consideradas políticas.

Veja também

Ludmilla diz que 'Cobra Venenosa' foi escrita há três anos e para exaltar as mulheres
Música

Ludmilla diz que 'Cobra Venenosa' foi escrita há três anos e para exaltar as mulheres

EVO Online é cancelada e presidente é demitido após denúncias de assédio e pedofilia
Tecnologia

EVO Online é cancelada e presidente é demitido após denúncias de assédio e pedofilia