Documentário sobre 'Envelhecimento Criativo' será lançado neste sábado

O projeto conta o fazer teatral com oito alunos de 61 a 94 anos

Retratos de Uma Lembrança InterrompidaRetratos de Uma Lembrança Interrompida - Foto: Divulgação/Jonas Araújo

O projeto Envelhecimento Criativo é um programa que trabalha com cursos oficinas e palestras. Através dele, a arte-educadora e diretora Emanuella de Jesus lança, neste sábado (3), o documentário e uma mesa de debate ‘Velhice em Cena – O Teatro na Idade da Liberdade’, que conta o fazer teatral com oito alunos de 61 a 94 anos.

O curta-metragem conta a história de um grupo de idosos e alunos de teatro que Emanuella acompanha desde 2011, e traz montagens de obras como ‘Vamos Falar de Amor’ (2012-2014), a partir de cartas escritas por eles, e ‘Retratos de uma Lembrança Interrompida’ (2016-2017), sobre memórias da ditadura, e Vivência Artístico-Pedagógica em Teatro Documentário (2018).

O objetivo da obra é discutir a velhice e propor um amadurecimento saudável tanto pelo teatro, com oficinas de dramaturgia e memória, quanto com palestras no tocante à saúde e sociabilidade.

Leia também:
Documentário de Marcelo Gomes aborda relação entre tempo e trabalho
CinePE abre edição com documentário sobre Frei Damião
Brasil se inspira no Uruguai para adotar políticas para idosos
A musculação e os idosos

“Idosos gostam muito de contar histórias, então os estimulei a me contarem, e depois a escreverem; a partir delas, desenvolvi a dramaturgia de memória, e em seguida a de pertencimento, porque eles se apropriam daquilo de uma forma que as memórias do corpo e da fala são ativadas, e então ficam livres para mexerem no texto, uma vez que compreenderam o sentido daquele drama”, explica ela, sobre o processo de elaboração do primeiro espetáculo, ‘Vamos Falar de Amor’.

A ideia do projeto aconteceu após a proposta da reforma da Previdência no país e o aplicativo FaceApp, que envelhece a fisionomia, ganhar atenção nas redes sociais. Além de o Ministério da Saúde alertar que em 2030 o número de idosos vai ultrapassar o número de crianças e adolescentes com até 14 anos, e segundo a Organização do Ministério da Saúde (OMS) o número de idosos acima dos 60 anos alcançará dois bilhões até 2050.

O lançamento do documentário acontece no Teatro Hermilo Borba, no Bairro do Recife. Após a exbição acontece um debate sobre “A reinvenção da velhice no século 21”, que reune Emanuella, a médica especialista em geriatria Danielle Marinho, o psicólogo e pedagogo Edson Lima e o arte-educador Anderson Damião, com a mediação da gestora cultural Rita Marize.

Os ingressos custam R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia-entrada) e estão à venda no site da Sympla.

Veja também

Marcelo Adnet tem samba-enredo escolhido pela Gaviões da Fiel para 2021
Carnaval

Marcelo Adnet tem samba-enredo escolhido pela Gaviões da Fiel para 2021

Atriz de 'Matilda' relembra os traumas de ser um astro mirim em Hollywood
cinema

Atriz de 'Matilda' relembra os traumas de ser um astro mirim em Hollywood