"Dolittle" com Robert Downey Jr. é leve e divertido

Estrelado pelo astro hollywoodiano, o filme estreia nesta quinta-feira (20) nos cinemas do Brasil

Downey Jr. procura deixar para trás o super-herói que viveuDowney Jr. procura deixar para trás o super-herói que viveu - Foto: Divulgação

Nem todos os fãs da Marvel superaram o desfecho do Homem de Ferro em "Vingadores: Ultimato" (2019). O ator Robert Downey Jr., no entanto, parece empenhado em deixar para trás o super-herói interpretado por ele ao longo de 11 anos. "Dolittle", que estreia nesta quinta-feira (20) nos cinemas brasileiros, traz o astro hollywoodiano (que também assina como produtor executivo do filme) no papel de um médico capaz de falar com os animais.

Dirigido por Stephen Gaghan, o longa-metragem é baseado na série de livros do escritor britânico Hugh Lofting, mais especificamente em "A Viagem do Dr. Dolittle", publicado em 1922. A primeira adaptação para o cinema foi em 1967: uma comédia musical estrelada por Rex Harrison e com direção de Richard Fleischer. Em 1998, foi a vez de Eddie Murphy dar vida ao personagem numa versão muito distante da obra literária e que ganhou quatro sequências.

Nesta nova adaptação, ambientada na Inglaterra do século 19, o excêntrico Dr. John Dolittle vive a dor de ter perdido a esposa há sete anos. Sem conseguir superar o luto, o médico vive isolado em sua mansão, cercado por bichos de todas as espécies. Mesmo relutante, ele é forçado a aceitar o pedido de ajuda da Rainha Victória (Jessie Buckley), que adoece de forma misteriosa. Com a ajuda de um indesejado aprendiz, Tommy Stubbins (Harry Collett), e de alguns animais, ele embarca à procura de uma cura.

A viagem empreendida por Dolittle é também interior. Cada obstáculo vencido ao lado de velhos e novos amigos faz com que ele recupere, aos poucos, a autoconfiança e a coragem antes perdidas. Com piadas certeiras e referências engraçadas, o filme é uma aventura leve e divertida. Os efeitos visuais são bem empregados na produção, dando naturalidade às expressões dos animais computadorizados.

É difícil não ter uma sensação de déjà vu ao ver Robert Downey Jr. repetir o mesmo tipo vivido em "Sherlock Holmes": um homem extremamente inteligente, porém egoísta e, ainda por cima, britânico. As companhias do ator em cena, no entanto, dão o frescor necessário ao filme. O elenco conta com estrelas como Antonio Banderas e Michael Sheen. Emma Thompson, Octavia Spencer, Tom Holland, Marion Cotillard, Rami Malek, John Cena e Selena Gomez foram as escolhas perfeitas para dublar a simpática trupe animalesca que concentra boa parte do encanto do longa.

Veja também

The Voice+: Reality musical com talentos acima de 60 anos começa cheio de emoção
The Voice

The Voice+: Reality musical com talentos acima de 60 anos começa cheio de emoção

Nego do Borel apela para discurso religioso após acusações de agressão
Religiosidade

Nego do Borel apela para discurso religioso após acusações de agressão