Ellen Pompeo diz que mulheres são descartadas como lixo após os 30 anos

A atriz disse que, aos 48 anos, chegou em um ponto em que é correto pedir o que merece

Atriz Ellen PompeoAtriz Ellen Pompeo - Foto: ABC/Heidi Gutman

Ellen Pompeo, a Meredith de "Grey's Anatomy", se tornou a mulher mais bem paga em séries de TV dramáticas nos Estados Unidos. Após protagonizar a série por 14 anos, Pompeo assinou um contrato para ganhar US$ 550 mil por episódio (cerca de R$ 1,7 milhão) para mais duas temporadas. A atriz disse que, aos 48 anos, chegou em um ponto em que é correto pedir o que merece.

"Não sou a atriz mais 'relevante'. Eu sei que essa é a percepção da indústria, porque faço esse papel há 14 anos. Mas a verdade é que todo mundo pode ser bom por uma temporada ou duas. Mas você pode continuar bom 14 anos depois? Isso é uma habilidade", afirmou ela ao "The Hollywood Reporter".

Leia também:
[Galeria] Após campanha nas redes, estrelas vestem preto no Globo de Ouro
Quero que acreditem em mim, diz filha adotiva de Woody Allen sobre abuso


Ela disse ainda que também não é vista como bem-sucedida, mas que algumas atrizes de 24 anos são vistas desta forma após atuarem em filmes. "Mesmo que elas não sejam bem pagas, certamente estão ganhando menos do que um homem. Elas serão sugadas até os 33 e 34 anos e serão descartadas como lixo. Essas pobres garotas não têm dinheiro enquanto o estúdio está fazendo uma fortuna."

Pompeo explicou que a saída de Patrick Dempsey da série, em 2015, foi um momento que definiu seus contratos futuros. "Eles sempre o usaram como trunfo nas negociações. 'Nós não precisamos de você, temos Patrick'. Não sei se faziam o mesmo com ele. Muitas vezes eu o procurei para negociarmos juntos, mas ele nunca se interessou", afirmou.

Após a saída de Dempsey, a audiência de "Grey's Anatomy" continuou alta e Pompeo teve a chance de negociar um salário maior. "A série é sobre Grey, eu sou Meredith Grey. É minha série, eu sou a número um. Por que eu deveria me afastar de um papel bom por causa de um homem?", afirmou Pompeo. Ela contou ainda que foi até Shonda Rhimes, a criadora da série, e disse que precisaria de um incentivo para permanecer no elenco.

De acordo com Pompeo, "Grey's Anatomy" gerou US$ 3 bilhões para o estúdio e isso a motivou a pedir um aumento. "Quando seu rosto e sua voz fazem parte de algo que gerou bilhões para uma das maiores empresas do mundo, você sente que é correto pedir uma parte."

O pagamento milionário vai ajudar Pompeo a se tornar uma produtora. "Atuar, para mim, é tedioso. O ator é a pessoa menos poderosa no estúdio, então não quero correr atrás de papéis. E na minha idade é algo irreal. Não vou ter uma segunda vida como estrela de cinema. Eu não sou a Julia Roberts."

Ela ainda falou sobre os problemas no set da série e que atores se sentem frustrados após passarem horas gravando. "Não é segredo que tivemos problemas com a série por anos. Por fora, éramos um sucesso, mas por dentro era muito tumultuoso. Havia muita rivalidade e competição. Começa com os atores se comportando mal e sou culpada também. Alguns atores se sentem miseráveis por não serem o Leonardo DiCaprio ou a Margot Robbie. É assim que atores são. Eles querem o que não têm."

Veja também

Atriz do filme 'Rebecca', da Netflix, teve ataques de pânico após fim das gravações
Streaming

Atriz do filme 'Rebecca', da Netflix, teve ataques de pânico após fim das gravações

De look novo, Andressa Urach adota postura liberal e critica evangélicos
Celebridades

De look novo, Andressa Urach adota postura liberal e critica evangélicos