Música

Em novo clipe, Naiá Camargo retorna aos anos 50

O material audiovisual estreou hoje no canal do Youtube da artista

Ressignificar o papel feminino na sociedade dos anos 50 é a proposta do novo clipe de Naiá CamargoRessignificar o papel feminino na sociedade dos anos 50 é a proposta do novo clipe de Naiá Camargo - Foto: Divulgação

Ressignificar o papel feminino na sociedade dos anos 50 é essa a proposta misteriosa, irreverente e provocadora do novo clipe Salomé, da artista paulistana Naiá Camargo. Com a direção de Drica Czech e Lais Catalano, a produção estreou hoje no canal do youtube de Naiá Camargo.

Salomé conta a história de uma mulher rejeitada que corta a cabeça do marido e serve na bandeja para se vingar. Já o clipe, que vem inspirado no sarcasmo da letra, aponta para um caminho de mistério, com jogo de imagens, deixando para o telespectador interpretar os fatos finais. As cenas deixam pistas sobre um possível assassinato, mas que poderia também ser apenas uma cauda de uma receita maravilhosa que derramou.

De acordo com Laís Catalano tanto o clipe, quanto a letra fazem referências ao papel destinado as mulheres ao longo dos anos. “Salomé traz uma referência aos anos 50, período no qual o machismo estava estampado descaradamente em propagandas e revistas, e a personagem, uma dona de casa "perfeita" típica dos anúncios da época. O clipe também traz como referência a história bíblica de Salomé, que ordenou a decapitação de João Batista”, disse.

A construção estética do clipe foi pensada para desmistificar o papel da mulher submissa e trazer questionamentos sobre a estrutura da sociedade patriarcal, utilizando também de humor e o sarcasmo para reforçar o caráter pop do projeto. “Essa música e clipe trazem mensagens importantes sobre a mulher, que se enxerga no lugar de submissão e busca mudar a narrativa da própria vida. Mas, antes se vinga!”, explicou Naiá Camargo.

O clipe, que conta com a atuação de Drica Czech e Naia Camargo, foi gravado seguindo o máximo de protocolo de segurança, garantindo o mínimo contato entre as equipes. As cenas foram filmadas em locações distintas e as inserções foram trabalhadas na edição. 

Sobre Naiá Camargo

Artista e cantora, Naiá Camargo não se encaixa em rótulos, mas gosta de experimentar as múltiplas vertentes da música brasileira. A paulistana vem se revelando como um novo nome da música plural brasileira e ousa passear por gêneros como a Nova MPB e Pop misturados ao suingue da música latina e beats eletrônicos.

Se preparando para estrear seu novo EP em 2021, que sairá pelo selo Relva Music, Naiá se entrega a uma busca interior e imprime nesse trabalho sua essência divertida, ousada e versátil, alinhada a um som envolvente, que marcará essa nova fase de sua carreira.

A artista estreou recentemente o single "Onde eu tô", produzido por Lenis Rino que assina também os beats e percussões e contou com a participação de Zé Nigro no baixo e synths, Leo Mendes na guitarra e Gabriel de Almeida Prado no violão que também assina como um dos autores da canção. O single foi lançado em agosto de 2020 pelo selo DOX/Yb Music acompanhada por um material audiovisual, que já rendeu mais de 170 mil views no Youtube e foi indicado ao London Music Festival. Em Março de 2020, "Onde eu tô?" ganhou o remix do duo Terra Treme.

Veja também

Britney Spears quebra o silêncio em audiência de tutela
Free Britney

Britney Spears quebra o silêncio em audiência de tutela

Entenda a doença aracnoidite, que matou a atriz Mabel Calzolari aos 21 anos
Famosos

Entenda a doença aracnoidite, que matou a atriz Mabel Calzolari aos 21 anos