Música

#EmCasaComSesc lança playlists dos espetáculos apresentados em 2020

A retrospectiva com seleções especiais convida o público a ver ou rever as produções exibidas no ano passado

Arnaldo AntunesArnaldo Antunes - Foto: Márcia Xavier


O #EmCasaComSesc ainda não estreou em 2021, mas, enquanto isso, o público pode conferir uma retrospectiva das apresentações que passaram pela programação no ano passado. A seleção pode ser acessada por meio do portal da instituição e do Instagram do Sesc Ao Vivo.

As 15 playlists criadas pela equipe curatorial do Sesc São Paulo ligam as produções pelos temas apresentados nos shows, peças teatrais, espetáculos de dança e atividades para as crianças, possibilitando a descoberta de novos universos artísticos. 

Em Música, há retrospectivas para quem quiser cair no Samba, aos amantes do Rock e a seleção Em Família, que destaca artistas que se apresentaram com seus familiares, como músicos irmãos, casais e pai e filho, nos mais variados estilos musicais.

Em Teatro, há uma playlist de espetáculos protagonizados por Artistas Veteranos, cujas trajetórias se confundem com a história das artes cênicas, do cinema e da televisão no Brasil. Outra opção é a seleção Medeias, com montagens que recriam e revisitam sob diferentes pontos de vista a história da potente figura feminina. A seleção Criações da Casa traz um conjunto de espetáculos adaptados por artistas que buscaram repensar e ressignificar o que é fazer teatro de casa. Encerrando as playlists de Teatro, em Ausências, o público pode ver ou rever peças de diferentes estilos que olham de forma poética para a solitude. 

Entre as seleções para o público infantil e família do Crianças, destaque para a lista de lives nas categorias Dança, com espetáculos que deixaram a palavra de lado para dar lugar ao lúdico, por meio do circo, da dança e de outras formas corporais de expressão; Bonecos, com montagens repletas de música, humor e palhaçadas com bonecos, fantoches e marionetes. A lista Literatura, com peças que homenageiam célebres escritores e a Negritude, com obras que abordam o empoderamento de crianças negras e tratam de ancestralidade e racismo.

Já pela programação de #Dança, o público pode ver ou rever os espetáculos que refletem sobre o contexto do distanciamento social devido à pandemia, na categoria Isolamentos, conferir coreografias e performances de diferentes vertentes da dança que abordam as poéticas dos corpos negros, em Danças Negras ou Grandes Trajetórias, que homenageia artistas com mais de 20 anos de carreira, de diferentes vertentes da dança contemporânea.

Para homenagear a cidade de São Paulo, que completou 467 anos esta semana, foi criada a playlist Artistas Paulistanos, com shows e espetáculos de artistas e grupos paulistanos. 

 

Veja também

Juliette supera 12 mi de seguidores e se iguala a Pocah como 2ª mais popular
BBB21

Juliette supera 12 mi de seguidores e se iguala a Pocah como 2ª mais popular

Rock in Rio Lisboa é remarcado pela 2ª vez e vai para 2022 por causa da pandemia
Música

Rock in Rio Lisboa é remarcado pela 2ª vez e vai para 2022